Zorro: Dono do veleiro extraditado para o Brasil

Veleiro "Rich Harvest"
Veleiro "Rich Harvest"

Um dos alegados proprietários do veleiro "Rich Harvest", apreendido em Agosto de 2017, em São Vicente, com 1.157 quilos de cocaína a bordo, foi extraditado para Salvador, Brasil. Robert James Delbos era procurado pelo Juízo da 2ª Vara Federal Criminal de Salvador, para responder por crime de tráfico internacional de drogas e associação para tráfico.

De acordo com informações avançadas este Domingo, pelo jornal brasileiro Jornal Correio, o envio do inglês para o Brasil aconteceu graças ao acordo de extradição com Espanha. O homem foi detido em Junho do ano passado, pela Interpol, a pedido da Justiça brasileira, e ficará detido no Presídio de Salvador.

Tribunal da Relação manda repetir parte do julgamento da Operação Zorro

O Tribunal da Relação do Barlavento declarou a nulidade do julgamento dos arguidos da "Operação Zorro", condenados a penas de 10 anos de prisão por tráfico de droga em co-autoria, e ordenou a devolução do processo ao tribunal da primeira instância.

Outros dois homens são procurados pela justiça brasileira: George Edward Saul e Matthew Stephen Bolton, indiciados pelo mesmo crime. George Saul, 'Fox', chegou a ser preso em Itália, por 40 dias, mas foi solto por atraso no envio do pedido de extradição.

As investigações da Justiça Federal concluíram que Robert Delbos terá ido ao Brasil como tripulante da embarcação Rich Harvest, e teria sido ele o responsável pelos pagamentos das reformas na embarcação, onde foi acondicionada a droga apreendida em Cabo Verde, no âmbito da “Operação Zorro”.

Arguidos brasileiros da "Operação Zorro" já estão no Brasil

Os três brasileiros, arguidos da "Operação Zorro", já estão no Brasil. Daniel Guerra, Rodrigo Dantas e Daniel Dantas chegaram à terra natal esta madrugada, após a decisão do Tribunal da Comarca de São Vicente, de 7 de Fevereiro, que mudou a medida de coacção de prisão preventiva para termo de identidade e residência, sem proibição de saída do país.

https://expressodasilhas.cv/pais/2019/02/14/arguidos-brasileiros-da-operacao-zorro-ja-estao-no-brasil/62351

Além da apreensão, foram detidos três brasileiros, Rodrigo Dantas, Daniel Dantas e Daniel Guerra, e o francês Olivier Thomas. Os ocupantes da embarcação foram condenados, em primeira instância, em Março do ano passado, a 10 aos de prisão, mas acabaram por receber ordem de soltura no dia 7 de Fevereiro deste ano, por esgotamento do tempo de prisão preventiva, dias depois de o Tribunal da Relação de Barlavento, para onde tinham recorrido, ter procedido à anulação da sentença proferida em primeira instância. Os arguidos aguardam julgamento sob Termo de Identidade e Residência, na sua terra natal, Brasil. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Rádio Morabeza,15 abr 2019 10:00

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 jun 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.