Mais de 10 grupos estarão na Avenida Cidade de Lisboa

PorDulcina Mendes,27 jan 2018 6:58

​Vem aí o Carnaval, cheio de cor, brilho e muito samba por estas bandas. A partir das 18 horas do dia 10 começam as batucadas dos ensaios em vários pontos da cidade. A Avenida Cidade de Lisboa, que foi preparada para acolher a folia, receberá este ano desfile de mais de 10 grupos carnavalescos, entre Escola de EBI, Jardins Infantis, blocos principal e segunda divisão.

A festa do Rei Momo acontece este ano no dia 13 de Fevereiro, os grupos já estão quase na fase final dos preparativos e prometem levar um bom Carnaval à avenida. Conforme os grupos, a Câmara da Praia já disponibilizou os montantes para os carnavaleiros prepararem os seus trabalhos.

A Avenida Cidade de Lisboa vai receber este ano desfile de seis grupos do bloco principal: Estrela da Marinha, Intervila, Vindos D`África, Vindos do Mar, Sambajó e Afro Abel Djassi e três de segunda divisão: Jovens de Vila Nova, Deusa do Amor e Maravilhas do Infinito.

Os grupos carnavalescos Jovens de Vila Nova e Maravilhas do Infinito desfilaram no ano passado pela primeira vez para dinamizar o Carnaval da Praia e, este ano, não querem ficar de fora, estando, por isso, a montar os seus enredos. Esses grupos carnavalescos vão desfilar na noite do dia 11 de Fevereiro e prometem levar muita folia aos praienses.

Tendo em conta que este ano haverá concurso, os grupos estão a trabalhar para conquistar os prémios. Os grupos carnavalescos serão avaliados pelos júris escolhidos pela Câmara da Praia. Lembramos que no ano passado não houve concurso e desfilaram na cidade da Praia os grupos Sambajó, Jovens de Vila Nova, Deusa do Amor e Maravilhas do Infinito.

Estrela da Marinha, Intervila, Vindos D`África, Vindos do Mar e Acarinhar são os blocos principais que sempre levam brilho à Avenida Cidade de Lisboa, mas no ano passado não desfilaram porque consideraram que o Ministério da Cultura deveria apoiar o Carnaval da Praia da mesma forma que apoiou os grupos carnavalescos de São Vicente e São Nicolau.

Mas antes do desfile desses grupos, nos dias 11 e 13, a avenida vai receber os grupos de Escolas do Ensino Básico Integrado (EBI), Jardins Infantis e Batucassamba, este último já nos habituou com o desfile à noite.

Em relação às Escolas do EBI, estão previstas o desfile do agrupamento 6LDR, 3 ASA e 4 Achadinha e, quanto aos jardins infantis, estarão na avenida os jardins da Câmara Municipal da Praia, Suzy, Catly e Girassol.

No ano passado, o Presidente da Câmara Municipal da Praia Óscar Santos garantiu que ia incentivar o Carnaval da Praia para que dali a alguns anos ter essa manifestação cultural muito forte na capital do país.

Neste sentido, a Câmara da Praia realizou um workshop onde participaram os grupos que organizam a festa do Rei Momo com o objectivo de os sensibilizar a transformar esse evento numa referência nacional. A Câmara da Praia anunciou que já encomendou as bancadas e já substituiu os separadores de betão por outras formas movíveis.

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, por seu lado, avançou que este ano vai financiar na totalidade os prémios para primeiro, segundo e terceiro classificados do Carnaval da Praia.


Grupos oficiais de regresso


Os grupos oficiais que no ano passado não desfilaram estão a trabalhar para regressar à avenida com mais brilho, animação e muito samba nos pés.

Este ano a Estrela da Marinha vai desfilar com “Roma Antiga”, Sambajó levará “Maravilhas do Universo”, Vindo D`África com “África Mãe”, Intervila, a história do “30º Aniversário da Intervila” e Vindos do Mar com “Pão e Fonema: Homenagem a Corsino Fortes”. A Acarinhar não vai desfilar, pelo segundo ano consecutivo. Conforme a Presidente da Acarinhar, Teresa Mascarenhas, querem reforçar as condições financeiras para desfilar no próximo ano com mais força.

Já a Estrela da Marinha, do bairro da Terra Branca, quer desfilar com “Roma Antiga” onde terá quatro alas e um andor. Para o responsável do grupo, António Dias, este ano estão a fazer os possíveis para levar um bom desfile à avenida. “Este ano, a Câmara disse que houve mais investimentos, mas penso que o investimento foi mais a nível da infraestruturação e nos grupos praticamente não houve”.

O Vindos D`África, do Bairro Craveiro Lopes, quer levar um andor e, em relação às alas, o dirigente do grupo, José Gomes, mais conhecido por Breu, preferiu não avançar o número exacto por causa do pouco financiamento que disse ter recebido.

“O Ministério da Cultura continua a descriminar-nos. Por isso, no ano passado não saímos na avenida pela forma que este ministério nos tratou. Este ano vamos sair porque a Câmara Municipal da Praia criou algumas condições, por exemplo, em termos de espaço, bancada, instrumentos para os grupos e separador na avenida, quer dizer que a Câmara está a mostrar que quer ajudar os grupos de Carnaval”, frisou José Gomes.

O grupo carnavalesco Intervila, do bairro da Vila Nova, vai apresentar o “30º Aniversário da Intervila” com cinco alas e um carro alegórico, porque dizem que estão condicionados a fazer só um andor. Conforme José Fernandes, este ano algumas condições foram criadas por parte da Câmara Municipal da Praia como bancadas e retirada do separador na avenida. “Este ano pretendemos levar um bom Carnaval para a avenida, apesar das dificuldades”.

José Fernandes acrescentou que este ano houve algumas melhorias como o apoio da câmara municipal, que foi mais rápido.

Já o grupo Vindos do Mar, de Achada Grande, em princípio, vai estar na avenida com três alas. Para Maria Cardoso, este ano tiveram algum atraso mas prometem levar muito brilho para a avenida.

O grupo carnavalesco Sambajó, do bairro do Palmarejo, promete levar para a Avenida Cidade de Lisboa sete alas e dois carros alegóricos. Segundo o representante do grupo, João Elias, já estão a concluir os trabalhos. “A Câmara da Praia disponibilizou na passada sexta-feira, 19, o montante que estava a faltar”. O grupo que tem estado a ensaiar nas ruas, deseja levar para a avenida cerca de 350 figurantes.

Ainda na Cidade da Praia, estará na Avenida Cidade de Lisboa, no dia 13 de Fevereiro, depois do desfile dos grupos oficiais, o Trio Babel com muita animação. Os dias de folia levam todos os anos centenas de pessoas à avenida, por isso, os grupos apelam as pessoas a irem assistir aos seus desfiles.


Batucassamba invade a avenida com “A Era do Casino”

Inspirado no Casino que dentro de pouco tempo a cidade da Praia vai receber, o grupo que tem desfilado à noite, já começou com os preparativos para o Carnaval.

A Batucassamba levará para a avenida “A Era do Casino” com nove alas: Dados (Porta-bandeira e Mestre Sala), Realeza do Baralho, Baianas, Meninas da Sorte e do Azar, os Magnatas, Huãnyíng (bem-vindos), Shows Girls, os Jokers e os Músicos (bateria). O desfile do grupo está agendado para o dia 10 de Fevereiro, às 20h00.

De acordo com a responsável do grupo, Sara Borges, este ano vão levar muito glamour à avenida e mostrar um pouco daquilo que o Casino vai trazer. “O Enredo irá viajar no mundo imaginário da vida luxuosa no casino cuja realidade está prevista para breve com a inauguração do Casino Djeu de Santa Maria, do magnata chinês David Show, na cidade da Praia”.

Conforme Sara Borges, o grupo irá desfilar pela primeira vez com um carro alegórico que irá representar a imagem simbólica dos jogos realizados no casino e terá a produção e execução do artista plástico Domingos Luísa. “A Comissão de Frente será representada pela Escola de Dança Nicole. As dançarinas vão estar vestidas de Dados, os figurinos vão representar os jogos realizados no casino”. O grupo pretende levar para a avenida mais de 300 figurantes, acompanhados da música do compositor George Tavares.


Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 843 de 24 de Janeiro de 2017.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,27 jan 2018 6:58

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  27 jan 2018 6:58

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.