125 mil cabo-verdianos recorrem ao mercado ilícito de medicamentos

​Um em cada quatro cabo-verdianos adquire medicamentos por via ilícita. Este e outros dados do estudo de 2012 da Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA) ajudam a compreender porquê, só entre Agosto e Setembro deste ano, as autoridades apreenderam mais de 98 mil comprimidos no aeroporto da Praia.

Cartão Nacional de Identificação vai acelerar a “modernização administrativa e facilitar a vida ao cidadão”

André Amaral

​Desde Janeiro que o novo Cartão Nacional de Identificação (CNI) está a chegar às mãos dos cidadãos cabo-verdianos. Até agora já foram entregues mais de três milhares destes documentos que agora começam a ser emitidos também na Praia. Juvenal Pereira, Presidente da equipa de implementação do SNIAC, explica ao Expresso das Ilhas os constrangimentos da implementação do projecto, mas também as vantagens que os novos documentos vão trazer para o dia a dia dos cabo-verdianos.

pub.
pub.
pub.

Populares