Acervo de Luís Romano entregue à Biblioteca Nacional

PorDulcina Mendes,15 fev 2018 15:43

O acervo do escritor cabo-verdiano Luís Romano foi entregue, esta quinta-feira, à Biblioteca Nacional. São mais de mil livros do escritor e activista político, que viveu boa parte de sua vida na cidade brasileira de Natal, onde faleceu em 2010.

A cerimonia de entrega aconteceu a bordo da Fragata Independência, no Porto da Praia, e contou com a presença do ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, da curadora da Biblioteca Nacional, Fátima Fernandes, do Embaixador do Brasil em Cabo Verde, José Carlos Leitão, dos familiares do escritor e de várias outras personalidades cabo-verdianas e estrangeiras.

Segundo o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, o regresso das obras de Luís Romano a Cabo Verde é um momento histórico para a literatura e cultura de Cabo Verde.

“Muito mais que um acto simbólico, este é, sem dúvida o momento muito esperado por todos os cabo-verdianos, os que conhecem e os que não conhecem a obra de Luís Romano”, assegurou.

Abraão Vicente considerou que muito mais que o futebol e o Carnaval, Luís Romano é a ponte que une Cabo Verde e o Brasil.

O Embaixador do Brasil em Cabo Verde, José Carlos Leitão, por seu lado, sublinhou que a chegada do acervo de Luís Romano representa um momento histórico para Cabo Verde e Brasil.

No âmbito da cerimónia, o Ministro da Cultura condecorou o escritor Luís Romano a título póstumo e a Marinha do Brasil com a medalha da ordem do Mérito Cultural.

E amanhã, às 18:00, a Biblioteca Nacional acolhe o lançamento do livro “Comentários Literoverdianos”, do escritor Luís Romano.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,15 fev 2018 15:43

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 fev 2018 15:44

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.