Cabo-verdianos não conseguem poupar e não querem comprar casa nem carro

PorExpresso das Ilhas,4 mai 2018 9:19

75% dos cabo-verdianos não tencionam comprar casa
75% dos cabo-verdianos não tencionam comprar casa

Instituto Nacional de Estatística (INE) mostra que o clima de confiança em Cabo Verde continua a subir. Ainda assim, poupar dinheiro parece ser uma missão impossível para a maioria dos habitantes do país.

“No primeiro trimestre do ano 2018, o indicador de confiança manteve a tendência ascendente do último trimestre, registando o valor mais alto dos últimos doze (12) trimestres consecutivos e a confiança das famílias cabo-verdianas continua a aumentar. O indicador evoluído positivamente face ao mesmo período do ano 2017”, aponta hoje o INE no relatório do Inquérito de Conjuntura no Consumidor.

O documento aponta que 73,3% dos inquiridos “consideraram que, com a actual situação económica do país, não será possível poupar dinheiro. No trimestre homólogo esse percentual foi de 81,5%”.

Numa antevisão do que poderá acontecer nos próximos 12 meses, o INE aponta que “tanto a situação financeira das famílias como a situação económica do país deverão evoluir positivamente face ao trimestre homólogo. Segundo as famílias inquiridas, os preços de bens e serviços deverão diminuir face ao trimestre homólogo, no entanto, acreditam que o desemprego poderá aumentar face ao trimestre homólogo”.

Já a compra de casa nos próximos 2 anos é uma ideia impossível de se concretizar para a maioria dos cabo-verdianos. Segundo o INE, 75% “é de opinião de que não irá comprar, nem construir uma casa, contra 87,2% registado no período homólogo”.

Quanto à compra de automóvel 96% das pessoas dizem que não têm intenção de comprar carro durante os próximos dois anos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,4 mai 2018 9:19

Editado porAndre Amaral  em  4 mai 2018 16:30

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.