​ «Saímos com sentido de dever cumprido»- Cruz Lopes

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,1 ago 2018 15:58

António Cruz Lopes
António Cruz Lopes(Rádio Morabeza)

​António Cruz Lopes, presidente cessante da extinta Agência Marítima e Portuária, afirma que sai com sentido de dever cumprido. A equipa liderada por​ Cruz Lopes teve um mandato de três anos e oito meses. Anselmo Fonseca e Carlos Graça eram os administradores.

O presidente do conselho de administração da AMP falava hoje à imprensa, no final da cerimónia de tomada de posse do conselho directivo do renascido Instituto Marítimo e Portuário.

“Saímos muito satisfeitos. Saímos em boa hora, porque o momento assim o exige. Ao cessar o cargo, cessamos com o sentimento de dever cumprido, com muita humildade e muita dedicação à pátria”, afirma.

António Cruz Lopes lamenta que a falta de recursos financeiros tenha condicionado a implementação de alguns projectos, nomeadamente um sistema electrónico de segurança marítima.

“Eu gostaria de ver o sistema de segurança marítima nacional a funcionar electronicamente e que o sistema de busca e salvamento de Cabo Verde estivesse sempre com prontidão a socorrer as vidas no mar, em qualquer circunstância”, diz.

A Agência Marítima e Portuária foi criada em 2013, quando o anterior governo, sustentado pelo PAICV, extinguiu o então IMP, que agora renasce por decisão do executivo do MpD.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,1 ago 2018 15:58

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  2 ago 2018 8:40

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.