Vivo Energy aumenta presença em África

PorExpresso das Ilhas,1 mar 2019 15:57

Acordo com a Engen Holdings permite à empresa expandir-se para mais oito países africanos. Negócio vai custar cerca de 62 milhões de dólares.

A Vivo Energy anunciou hoje a conclusão da transacção que estava a ser negociada com a Engen Holdings e que permite àquela empresa alargar a sua presença no continente africano, passando assim a estar presente em 23 países.

Com negociações a decorrer desde Setembro do ano passado, a conclusão desta transacção vai custar aos cofres da Vivo Energy um total de 62,1 milhões de dólares, passando a Engen a deter 5% do capital da Vivo.

Segundo Christian Chammas, Director Executivo da Vivo Energy, a conclusão deste negócio “inicia um capítulo importante para a Vivo Energy, recebendo cerca de 300 novos colaboradores, acrescentando oito novos países à nossa rede e aumentando o nosso mercado-alvo em quase 160 milhões para cerca de 36 % do continente africano”.

Yusa’ Hassan, Diretor-Geral e CEO da Engen comentou que a “Engen está animada por embarcar nesta jornada de crescimento com a Vivo Energy e adicionar outra marca forte e respeitada ao Grupo Vivo Energy.”

“Nos primeiros sete anos da Vivo Energy investimos no crescimento da nossa empresa, aumentando a nossa rede de estações de serviço e acrescentando ofertas novas e renovadas de retalho de conveniência e restaurantes de serviço rápido. Temos a oportunidade de replicar este modelo de negócio de sucesso para promover o crescimento e a rentabilidade nos nossos novos mercados. Devemos aproveitar esta situação para beneficiar todos os nossos clientes, gerar valor para os nossos accionistas e aproximarmos-nos do nosso objectivo de nos tornarmos a empresa energética mais conceituada de África”, concluiu Christian Chammas.

Com este negócio a Energy passa a estar presente, também, no Gabão, Malawi, Moçambique, Reunião, Ruanda, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabué.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,1 mar 2019 15:57

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  2 mar 2019 19:41

pub.
pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.