Há outra super-Terra gelada e sombria bem perto de nós

PorExpresso das Ilhas,27 nov 2018 6:37

chama-se barnard b, tem 3,2 vezes a massa da terra e os cientistas suspeitam que este planeta pode estar acompanhado por mais planetas.

Fica a uns meros seis anos-luz de distância da Terra, é gelado e sombrio. São estas as principais características de um exoplaneta que terá sido encontrado a orbitar a estrela de Barnard. Esta super-Terra – que tem pelo menos 3,2 vezes a massa do nosso planeta – recebeu o nome Barnard b, uma descoberta publicada quinta-feira passada por uma equipa internacional de cientistas na revista científica Nature.

A estrela de Barnard – denominada assim devido ao astrónomo norte-americano Edward Emerson Barnard – é uma anã vermelha, ou seja, uma estrela fria com pouca massa. Provavelmente, terá o dobro da idade da nossa estrela e tem o movimento aparente mais rápido de todo o céu nocturno, segundo um comunicado do Observatório Europeu do Sul (ESO). E é considerada a estrela individual mais próxima do Sol.

Uma equipa de cientistas analisou observações de duas décadas sobre estrela vindas de vários instrumentos, como os caçadores de planetas do ESO – os espectrógrafos (instrumento que decompõe a luz nas suas várias cores) HARPS e UVE.

“Depois de uma análise cuidada, estamos cerca de 99% confiantes de que o planeta está lá”, considera Ignasi Ribas, do Instituto de Ciências Espaciais (Espanha) e líder deste trabalho. “Contudo, continuaremos a observar esta estrela rápida para excluir possíveis, mas improváveis, variações naturais do brilho estelar que poderiam ser confundidas com um planeta.”

Esta super-Terra com pelo menos 3,2 massas terrestres fica a 60 milhões de quilómetros da sua estrela, que orbita num período de cerca de 233 dias terrestres. Como a Barnard é uma estrela fria, ilumina pouco o seu exoplaneta: a luz de Barnard dá apenas 2% da energia que a Terra recebe da sua estrela. Além disso, situa-se na designada “linha de neve”, uma região onde compostos como a água podem tornar-se gelo. Portanto, Barnard b é gelado – poderá ter uma temperatura de 170 graus Celsius negativos – e é sombrio.

Os cientistas frisam que o facto de a sua estrela ter uma massa reduzida (as super-Terras são o tipo de planeta mais comum em torno dessas estrelas) reforça esta descoberta.

Até agora, o Barnard b é o segundo exoplaneta mais próximo da Terra. Actualmente, o exoplaneta mais perto de nós é o Próxima do Centauro b, que está na zona habitável da estrela Próxima do Centauro.

“A detecção do segundo exoplaneta mais próximo do nosso sistema solar é uma grande notícia. Estamos literalmente a começar a conhecer os nossos vizinhos do lado”, assinala Ignasi Ribas. “O exoplaneta da estrela de Barnad é óptimo para se caracterizar através da astrometria e de imagens directas. A sua curta distância à Terra e a órbita relativamente ampla oferece a possibilidade de termos imagens mais realísticas a médio prazo.”

Num comentário também na revista Nature, Rodrigo Díaz (do Instituto de Astronomia e Física do Espaço, na Argentina) destaca que uma próxima geração de instrumentos astronómicos poderá dar-nos informação ainda mais detalhada sobre este exoplaneta.

Texto originalmente publicado na edição impressa do expresso das ilhas nº 886 de 21 de novembro de 2018.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,27 nov 2018 6:37

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  27 nov 2018 6:37

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.