Comissão Europeia autoriza entrada de vacina contra o Ébola no mercado

PorExpresso das Ilhas, Lusa,13 nov 2019 6:11

A Comissão Europeia concedeu esta terça-feira a uma farmacêutica uma autorização de introdução no mercado de uma vacina contra o Ébola, designada 'Ervebo', na sequência de uma recomendação da Agência Europeia de Medicamentos. É o primeiro aval para esta vacina que foi desenvolvida no Congo.

A 'Ervebo' foi desenvolvida pela Merck Sharp & Dohme B.V. e recebeu uma recomendação positiva da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla inglesa), em 17 de Outubro, depois de avaliados os benefícios e os riscos, tendo Bruxelas dado ontem o seu aval.

A vacina estava em desenvolvimento desde o surto de Ébola na África Ocidental em 2014 e já é utilizada, no âmbito de um protocolo específico, para proteger as pessoas em risco de infeção, como os profissionais de saúde ou aqueles que têm sido expostos a pessoas infetadas.

O ensaio clínico de um segundo regime de vacinas está já em curso na República Democrática do Congo (RDCongo), com financiamento do programa de investigação e inovação da UE Horizonte 2020, que também apoiou o desenvolvimento da 'Ervebo'.

O Ébola é uma doença rara grave causada por um vírus com o mesmo nome.

As taxas de mortalidade em doentes que contraíram a doença variaram entre 25% e 90%, em surtos anteriores, tendo o maior registado até à data ocorrido na África Ocidental em 2014-2016, causando mais de 11.000 mortes.

O atual surto na RDCongo, causado pelo Ébola Zaire, revelou taxas de mortalidade de cerca de 67%.

Mais de 3.000 pessoas foram infetadas com o vírus Ébola durante o actual surto, que, em Julho, foi declarado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) uma emergência de saúde pública de âmbito internacional.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,13 nov 2019 6:11

Editado porSara Almeida  em  13 nov 2019 6:12

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.