Cientistas erradicaram cancro do fígado de ratos com ondas sonoras

PorExpresso das Ilhas,1 mai 2022 8:33

Os ratos que sofriam de cancro do fígado demonstraram a eficácia de um tratamento fascinante e não invasivo de ondas sonoras.

Através de ultra-sons focalizados, os cientistas conseguiram destruir até 75 por cento do volume de um tumor hepático. O tratamento também parece fazer com que o sistema imunitário dos ratos elimine o resto.

Segundo a Science Alert, citado pelo site zap.aeiou.pt, em 80% dos animais, o cancro parecia ter sido eliminado, sem sinais de metástases ou de recorrência nos três meses em que foram monitorizados, de acordo com os investigadores. O tratamento, chamado histotripsia, está actualmente a ser testado em humanos com cancro do fígado.

“A histotripsia é uma opção promissora que pode superar as limitações das hipóteses actualmente disponíveis e proporcionar uma eliminação segura e eficaz não invasiva do tumor hepático”, salientou Tejaswi Worlikar, engenheira biomédica da Universidade de Michigan.

“Esperemos que os nossos resultados neste estudo motivem futuras investigações pré-clínicas e clínicas de histotripsia, para o objectivo final da adoção clínica do tratamento de histotripsia, em doentes com cancro do fígado”, acrescenta.

Desenvolvida e pioneira na Universidade de Michigan, a histotripsia parece oferecer uma nova esperança aos pacientes com uma das formas mais mortíferas de cancro.

A técnica utiliza um transdutor de ultra-sons, não para ressaltar estruturas internas para fins de imagem, mas para perturbar fisicamente os tumores cancerosos.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1065 de 27 de Abril de 2022.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,1 mai 2022 8:33

Editado porAndre Amaral  em  1 mai 2022 8:33

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.