O mistério dos escorpiões marinhos gigantes foi finalmente desvendado

PorExpresso das Ilhas,21 jan 2024 8:49

Os escorpiões marinhos gigantes são euripterídeos que viveram durante o período pré-histórico e que podiam atingir dois metros de altura. Até agora, alguns cientistas afirmavam que, apesar do seu tamanho, estes seres vivos não eram verdadeiros predadores.

Um novo estudo veio agora mostrar que os escorpiões marinhos gigantes tinham garras robustas e enormes que usavam para capturar grandes presas.

Os escorpiões marinhos gigantes, ou euripterídeos, eram seres rastejantes aquáticos que viveram entre 467 e 253 milhões de anos atrás, muito antes da existência dos dinossauros.

Alguns exemplos destes euripterídeos incluem o pterigotídeo e o acutiramus, que viveram no período Devoniano. Ambos os seres possuíam garras assustadoras, e o seu tamanho podia chegar facilmente aos 2,5 metros de comprimento. São os maiores insetos que alguma vez existiu na Terra.

Apesar do seu tamanho colossal, a comunidade científica tem-se dividido quanto à capacidade predatória dos euripterídeos. Alguns cientistas acreditam que os escorpiões marinhos gigantes eram predadores ferozes, comparando-o ao Tiranossauros Rex da sua época.

Outros acreditam que o tamanho não é tudo e que as suas garras eram demasiado fracas para um verdadeiro predador. Afirmam ainda que o acutiramus só poderia agarrar presas fracas e de tecido mole, apelidando-o mesmo de “gatinho”, diz a SciNews, por ser o menos poderoso de todos os predadores.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1155 de 17 de Janeiro de 2024. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,21 jan 2024 8:49

Editado porFretson Rocha  em  21 jan 2024 8:49

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.