Pelo menos sete mortos em queda de rocha sobre barcos em lago do Brasil - novo balanço

PorExpresso das Ilhas, Lusa,9 jan 2022 10:03

 local do acidente
local do acidente

​Pelo menos sete pessoas morreram e três estão desaparecidas na sequência da queda de uma parede rochosa de um desfiladeiro sobre barcos de turismo num lago do estado de Minas Gerais, Brasil, informaram as autoridades em novo balanço. O acidente aconteceu ontem.

O anterior balanço apontava para cinco mortos e 20 desaparecidos, para além de 32 feridos.

O número de pessoas desaparecidas foi inicialmente estimado com base em testemunhos, agências turísticas e familiares, disse o corpo de bombeiros.

O acidente ocorreu cerca das 11:00 locais (13:00 em Cabo Verde) no Lago Furnas, um ponto turístico no município de Capitólio, quando um grande bloco de pedra caiu de uma altura de cinco metros sobre três embarcações.

Nove dos feridos foram hospitalizados, de acordo com os bombeiros, que intervieram no local com vários equipamentos e uma equipa de mergulhadores. A busca foi interrompida à noite por razões de segurança e retomada no dia seguinte.

A chuva intensa que caiu nos últimos dias no sudeste do Brasil contribuiu para o acidente, de acordo com os bombeiros.

A localidade de Capitólio, a cerca de 280 quilómetros de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais (sudeste), é um destino turístico durante todo o ano pelos seus impressionantes desfiladeiros, que podem ser visitados em passeios de barco.

A Marinha do Brasil informou que vais ser instaurado um inquérito  para apurar as causas e a Polícia Civil também já investiga o caso. Além disso, a Marinha deverá investigar se os barcos de passeio poderiam estar no local, devido as  condições climáticas e os alertas meteorológicos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,9 jan 2022 10:03

Editado pormaria Fortes  em  9 jan 2022 18:00

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.