​​Cabo Verde e França reforçam cooperação no combate à criminalidade organizada

PorRádio Morabeza,31 jan 2018 7:42

1

António Sousa
António Sousa

Cabo Verde e França reforçaram, esta segunda-feira, as relações de cooperação e articulação em matéria de prevenção e combate à criminalidade organizada, através da assinatura de um acordo administrativo.

O documento foi rubricado pela Polícia Judiciária (PJ) cabo-verdiana, através do Director Nacional, António Sousa e pela Directora Nacional da Inteligência e das Investigações Aduaneiras da República Francesa (DNRED), Corinne Cleostrate.

A informação foi avançada pela PJ, através de um texto publicado na sua página do Facebook.

De acordo com a polícia científica, a cooperação abrange o combate à criminalidade organizada, nomeadamente o tráfico de drogas, tráfico de armas, de munições e de explosivos, tráfico de pessoas, lavagem de capitais e terrorismo. A cooperação engloba ainda a formação profissional entre os agentes, troca de informação, implementação de acções específicas de cooperação e prestação de assistência e apoio técnico, no que toca ao controlo de navios.

O Diretor Nacional da Polícia Judiciária de Cabo Verde congratula-se com o acto que, segundo diz, “reveste-se de um significado muito importante” para a PJ e para a Direcção Nacional da Inteligência e das Investigações Aduaneiras da República Francesa.

“Um contributo novo, onde teremos mais instrumentos para trabalhar a prevenção e reprimir a criminalidade transnacional organizada. Hoje marcamos um ponto de partida para níveis superiores de confiança e de parceira”, considera.

Para Corinne Cleostrate, o acordo apenas formaliza e fortalece a cooperação já existente entre os dois países.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Rádio Morabeza,31 jan 2018 7:42

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  1 fev 2018 7:36

1

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.