CVOW: Uma semana voltada para o mar

PorCabo Verde Ocean Week,30 nov 2018 10:40

​Durante uma semana, Cabo Verde foi, sem dúvida, um grande palco da economia azul, desenvolvendo e fomentando as ferramentas necessárias para a integração do país no sistema económico mundial. Num momento em que o nosso ecossistema atravessa um período crítico de sobre exploração e poluição dos recursos naturais, principalmente dos mares e oceanos, o Cabo Verde Ocean Week apresenta uma nova perspectiva de desenvolvimento, com base no mar e na sua gestão sustentável.

Ficou claro que um dos caminhos para se atingir esse desiderato é a aposta no conhecimento, na investigação e na inovação. Para isso, a União Europeia, na pessoa do seu comissário Carlos Moedas e através da assinatura de um protocolo com Cabo Verde, abres as suas portas aos nossos jovens, investigadores e cientistas que queiram desenvolver pesquisas e projectos científicos voltados para o mar e para o seu desenvolvimento sustentável. Esse protocolo confere as mesmas possibilidades aos jovens do outro lado do Atlântico, de virem a Cabo Verde desenvolver as suas pesquisas.

Durante uma semana a cidade do Mindelo esteve envolvida num manto de actividades e sinergias que culminaram numa partilha intensa de conhecimento, ideias e projectos, visando traçar um novo panorama oceânico, de consciência, responsabilidade e de aproveitamento no que diz respeito à nossa postura perante o mar. O Cabo Verde Ocean Week uniu, em cinco dias e em mais de 18 localizações na ilha, pessoas de 14 países de quatro continentes e falando cinco línguas diferentes. Porque a nossa causa é urgente e necessária.

Somos um país pequeno se continuarmos com o olhar voltado para dentro. Mas somos, de certeza um país enorme e com grandes oportunidades se levarmos em conta o vasto território marinho que nos rodeia e tudo o que ela nos tem a oferecer. A postura, no entanto, não deve ser somente no sentido de extrair riqueza, mas de preservar, de cuidar e de rentabilizar de forma saudável.

A recém criada unidade de apoio à implementação de Cidades Saudáveis da OMS em cabo Verde concretizou, na semana CVOW, o importante desígnio estratégico de capacitar líderes locais. Durante três dias doze municípios, representados pelos pelouros de urbanismo, saúde, ambiente, entre outros, assim como instituições universitárias, de saúde de segurança e líderes comunitários, participaram no programa CAPACITAR, que contou com a presença do representante da OMS em Cabo Verde, Marino Castellon e a Program Manager for Health Promotion and Determinats of Health, Suvaje Good, da OMS África.

Um dos pontos altos do Cabo Verde Ocean Week aconteceu também na Praia da Laginha que acolheu uma mesa redonda sobre Inovação na Economia Azul, composta por oradores nacionais e internacionais, e pela CVNEXT com o Primeiro-Ministro de Cabo Verde e o Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação.

A par das várias conferências, encontros e mesas redondas que marcaram uma semana de partilha intensa, aconteceram em vários pontos da Cidade programações diversificadas, como foi o caso dos workshops ministrados na INDP sobre os temas: construção de embarcações artesanais - que juntou no Mindelo construtores e armadores de todo o país para discutir as novas perspectivas para a construção segura de embarcações - e de mecanismos de conservação da biodiversidade – com alunos dos cursos de Biologia, Gestão Ambiental e Economia das Pescas, representantes das instituições de investigação e das organizações não-governamentais.

Dentro da programação do Cabo Verde Ocean Week 2018 teve lugar uma Reunião de Alto Nível , organizado pela Comissão Europeia. “nosso Oceano Atlântico para crescimento e Bem- Estar” contou com a apresentação e discussão de diversos projectos de cientistas e investigadores estrangeiros e cabo-verdianos.

Destaque ainda para a conferência Blue Inovation, promovida pela equipe jovem KM7, durante a viagem entre São Vicente e Santo Antão que ocorreu na Naviera Armas, com o Capitão dos Portos a falar da segurança no mar.

E o Cabo Verde Ocean Week também foi arte, o Cabo Verde Ocean Week integrou uma série de intervenções na cidade do Mindelo em parceria com a M_EIA. As pinturas foram feitas no muro da Avenida Marginal, envolvendo a requalificação das pinturas antigas, no Quintal das Artes em frente ao mercado de peixe, ao lado do Ministério da Economia Marítima e no prédio em construção ao lado do hotel Dom Paco.

Para além de um painel inteiramente dedicado aos desportos náuticos os Jogos Olímpicos Africanos de Praia estiveram, durante o CVOW, na praia da Laginha, com várias provas sob o olhar atento do público e da mascote deste que será o maior evento de sempre em Cabo Verde, na ilha do Sal em 2019.

Cabo Verde Ocean Week desenvolveu uma vasta campanha de sensibilização e consciencialização que tinha com ponto fulcral chamar a atenção de cada cidadão para os problemas ambientais que enfrentamos actualmente e para a necessidade de uma mudança urgente da nossa postura perante ele e perante as nossas políticas de consumo. O CVOW evento fez chegar às escolas e às nossas crianças uma mensagem transmitida de forma leve e muito divertida: através do teatro. Com a peça “Nha Tartaruguinha” em algumas escolas do ensino básico para falar das tartarugas, especialmente da espécie Careta Careta - a que mais visita as nossas praias em Cabo Verde - e de como preserva-las. Com humor e descontracção, a peça ensinou às crianças como se deve proceder quando encontramos uma tartaruga em terra e em situações que podem variar: fazendo a desova, em situação de perigo ou sendo capturada para consumo/comercialização.

O objectivo principal do Cabo Verde Ocean Week, foi elevar a consciencialização e fomentar o diálogo sobre a essência, a importância e a sustentabilidade dos Oceanos, visando criar uma cultura voltada para preservação e conservação da saúde do mar e explorar de forma sustentável os recursos marinhos nos mares sob a jurisdição de Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Cabo Verde Ocean Week,30 nov 2018 10:40

Editado porExpresso das Ilhas  em  13 dez 2018 23:19

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.