Prémio Nacional de Publicidade distingue nove trabalhos

PorDulcina Mendes,18 mar 2018 10:49

A IIª edição da Gala do Prémio Nacional de Publicidade (PNP) distinguiu na noite de sábado os melhores trabalhos publicitários.

Das 17 peças publicitarias que concorreram na categoria Publicidade TV, os vencedores do troféus Palmeira foram: Artemedia – CVMóvel (Powa Swag); KriolScope – Cabeólica (Institucional); Lima Limão – Azeite Gallo.

Na categoria Publicidade Rádio, dos oito spots, a Creation – Tecnicil (Kul) foi a vencedora. Na Publicidade Print, a peça vencedora foi a Creation –Tecnicil (Kul).

Na Campanha Integrada, o vencedor foi a KriolScope – 10 Anos da Parceria Especial Cabo Verde/União Europeia. Na área da Responsabilidade Social, a ACI – Unitel T + (Natal) levou a melhor

O Prémio Público de Publicidade foi introduzido este ano pela primeira vez e nesta categoria o KriolScope recebeu mais votos do público. Este ano, o júri decidiu não atribuir prémio para a categoria Internet.

A gala de atribuição de prémio aconteceu este sábado, na Assembleia Nacional, e teve transmissão em directo pela Tiver.

A noite foi abrilhantada com actuação de Fattú Djakité, Zubizilla Spencer, Silva Medina e Djam Neguin.

A KriolScope foi a mais premiada da noite, ao conquistar três galardões. Segundo o director criativo, Nuno Miranda, estes prémios são motivo para continuar a trabalhar com afinco naquilo que fazem com muita paixão.

“O nosso objectivo é continuar a trabalhar para melhorar todos os dias”, disse, acrescentando que viver da publicidade em Cabo Verde é muito desafiante e difícil, “fazemos acima de tudo por paixão”.

Já Luís Burgo, director-geral da Creation, empresa que levou para casa dois troféus Palmeira, disse que satisfeito com esta iniciativa da EME - Marketing e Eventos em realizar este evento.

“Há que valorizar o trabalho criativo, porque tudo começa numa ideia. Acho que há que ter mais trabalho criativo se quisermos ter um prémio que distingue apenas o audiovisual”, sublinhou.

No final da Gala, a directora do PNP, Mária Martins, disse que está satisfeita com esta edição, que contou com 35 trabalhos de publicidade produzidos por sete empresas criativas de diversos meios de comunicação.

“Tivemos maior competitividade na área da televisão. Queremos com esse prémio valorizar a criatividade nacional a nível dos diferentes sectores de actividade, como Televisão, Rádio, Print, Internet, Campanha de Responsabilidade Social e Campanha Integrada”, indicou.

Realizado pelo EME Marketing e Eventos, este evento contou com a parceria do Ministério da Cultura e das Industrias Criativas, e teve como slogan “O Futuro é de Ouro”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,18 mar 2018 10:49

Editado porDulcina Mendes  em  5 fev 2019 10:57

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.