​Oito curtas-metragens lusófonas apresentadas em São Vicente

PorExpresso das Ilhas, Lusa,21 mai 2018 14:29

Oito curtas-metragens de realizadores de países lusófonos vão ser apresentadas, na quarta-feira, na cidade do Mindelo, em São Vicente, na primeira edição do Festival de Curtas-Metragens dos Países da Lusofonia, foi hoje divulgado.

"Bastien", de Welket Bungué (Guiné-Bissau), "Poetry and Poetry III", de Tambla Almeida (Cabo Verde), "Neither Mine Nor Yours is Ours", de Nilton Medeiros e Magdalena Bialoborska (São Tomé e Príncipe), "There's a Buzz There's a Mosquito There's two", de Ery Claier (Angola), "Mensajeiru", de Francisca Maia (Timor-Leste), "Tatan", de João Ribeiro (Moçambique), "We are Free", de Nuno Portugal, de Portugal, e "Hapiness lives here", de Gladys Mariotto (Brasil) serão os filmes em exibição.

O festival resulta de uma parceria entre o Art Institute, dos Estados Unidos, e o Centro Cultural Português do Mindelo e irá assinalar o Dia de África e do mês da cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

De acordo com João Branco, director do Centro Cultural Português do Mindelo, o festival visa, por um lado, mostrar o cinema e os realizadores dos países lusófonos, mas também internacionalizar a mostra fora do espaço da lusofonia.

"No ano passado, tivemos uma primeira experiência nesta parceria com o Art Institute com o NY Portuguese Short Film Festival e foi um importante sucesso, teve uma adesão acima do esperado. Voltaremos a realizar este evento em Outubro, mas foi-nos proposto um segundo evento que acolhemos com grande satisfação, pela sua elevada pertinência", explicou João Branco à agência Lusa.

A projecção dos filmes decorre no Espaço Fernando Pessoa, nas instalações do Centro Cultural Português do Mindelo, e João Branco acredita que terá "uma excelente adesão", abrindo caminho à continuidade da mostra em Cabo Verde.

Além de Cabo Verde, os filmes deverão ser apresentados em todos os países da CPLP, estando, para já, confirmada a mostra em São Paulo, no Brasil.

Fundado em 2011, o Art Institute é uma organização independente e sem fins lucrativos, sediada em Nova Iorque, que dinamiza a produção e difusão de artistas e projetos de arte e cultura contemporânea portuguesa.

O Art Institute organiza eventos nas principais cidades mundiais em áreas como cinema, artes plásticas, música, literatura, teatro e performance.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,21 mai 2018 14:29

Editado porAndre Amaral  em  19 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.