Morreu Nuno Rebocho

PorExpresso das Ilhas,14 jan 2020 11:42

1

Morreu domingo, 12 de Janeiro, em Lisboa, vítima de doença prolongada, o jornalista, poeta e escritor Nuno Rebocho. Tinha 75 anos e era natural de Queluz, Portugal.

Nuno Rebocho foi jornalista, tendo exercido actividade profissional na rádio, na imprensa regional e nacional em Portugal e Cabo Verde, país onde viveu quase vinte anos.

O seu nome ficará para sempre ligado ao jornalismo e à literatura cabo-verdiana. Enquanto jornalista ajudou a criar, em 2001, o Expresso das Ilhas, jornal de que foi colaborador durante vários anos.

Nuno Rebocho foi assessor da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, onde foi distinguido como Cidadão Honorário da Cidade Velha.

Como poeta, escritor e ensaísta Nuno Rebocho publicou mais de 30 livros, entre os quais destacamos os dedicados a Cabo Verde: A segunda vida de Djon de Nha Bia (romance); Rotxa Scribida (poesia); Histórias da História de Santiago (Cabo Verde) e Quebra-Canela (aventuras & desventuras de um portuga nas ilhas do Cabo Verde) livro de crónicas publicadas no Expresso das Ilhas que por falta de patrocínio o autor não conseguiu publicar em vida.

À família enlutada vão as sentidas condolências do colectivo do jornal Expresso das Ilhas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,14 jan 2020 11:42

Editado porSara Almeida  em  15 jan 2020 0:01

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.