Juventude em Marcha suspende tradicionais espectáculos de final do ano

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,25 dez 2020 12:53

O grupo teatral santantonense Juventude em Marcha suspendeu os tradicionais espectáculos de fim-de-ano em algumas ilhas, devido à COVID-19, conforme informou o responsável, Jorge Martins à Inforpress.

“Devido à situação a que, infelizmente, estamos a viver, Juventude em Marcha, este ano, decidiu não realizar os tradicionais espectáculos de fim-de-ano nas ilhas onde, habitualmente tem-se deslocado”, avançou.

São Vicente é uma das ilhas que, até 2019, vinha recebendo, todos os anos, por esta altura, espectáculos de Juventude em Marcha, que, segundo Jorge Martins, espera que, “brevemente”, a situação epidemiológica no País se normalize para que o grupo possa retomar as suas actividades.

Juventude em Marcha completou, este ano, 36 anos de existência, um percurso marcado pela realização de quase 40 peças teatrais e perto de uma dezena de produções audio-visuais, entre as quais a longa metragem “Canjana”, que aborda a fome que assolou Santo Antão nos anos 40 e o coincidente naufrágio, em 1947, em Ponta de Canjana, no litoral do Porto Novo, do navio norte-americano John Schmeltzer.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,25 dez 2020 12:53

Editado porSheilla Ribeiro  em  28 dez 2020 7:35

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.