Agentes Culturais marcham contra abandono do sector

PorExpresso das Ilhas,13 jan 2021 9:35

​Agentes culturais do país realizam amanhã uma marcha, a nível nacional, para demonstrarem o descontentamento e a precariedade do sector das artes, cultura, entretenimento e indústrias criativas, paralisado desde o início da pandemia.

O protesto está marcado para às 16 horas, nas ilhas de São Vicente, Santiago (Praia), Santo Antão (Porto Novo), São Nicolau, Sal, Boa Vista e Fogo.

“Pretende-se, com esta manifestação, sensibilizar as autoridades, e os cabo-verdianos, para a real dimensão desta indústria criativa e as consequências e impacto sócio-económico de um sector esquecido pelas entidades competentes”, refere a organização em comunicado.

Com o slogan “Nu cre trabadja, cultura sta de Luto” ("queremos trabalhar, a cultura está de luto"), a iniciativa envolve todos os que estão ligados ao sector da cultura, desde promotores de eventos, dj, músicos, entre outros profissionais.

O grupo crítica ainda “a falta de uma posição oficial das entidades competentes, com medidas de mitigação do impacto da pandemia, junto do sector”.

Recorda-se que, em Outubro passado, os músicos e profissionais do mundo das artes e espectáculos já tinham realizado uma manifestação silenciosa. Na altura, apelaram à retoma do sector, parado desde Março, por causa das medidas restritivas para evitar a propagação da covid-19.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,13 jan 2021 9:35

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  14 jan 2021 7:24

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.