Governo aposta na remodelação da Sé Catedral da Cidade Velha

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,8 jun 2021 8:50

O governo anunciou esta segunda-feira a remodelação da Sé Catedral da Cidade Velha, um investimento de cinco/seis milhões de euros que serão mobilizados para a conceptualização deste projecto que conjuga a preservação do património histórico e o futuro da Cidade Velha.

“É um projecto viável, absolutamente. Se não pensarmos nesta ideia, nunca irá acontecer. Nós lançamos esta ideia, foi muito bem recebida pelo Cardeal Dom Arlindo Furtado. Neste momento já temos vários projectos semelhantes, um pouco por todo o mundo, mas com grande destaque para o Coliseu de Roma,… o nosso não passa de cinco/seis milhões”, explicou o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas.

Abraão Vicente fez o anúncio durante a abertura do Roteiro Turístico da Cidade Velha, Património Mundial da Humanidade pela Unesco, cuja gestão do circuito turístico de Cidade Velha volta a estar sob a alçada do Estado de Cabo Verde, através do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, após 15 anos de gestão de uma empresa privada.

Referiu que o Instituto do Património Cultural (IPC) já fez vários estudos técnicos deste projecto que, atestou, “já arrancou” e cuja primeira fase passa pela construção de toda a arquitectura, estudos técnicos e históricos, assim como continuar as escavações, sendo certo que a última fase destina-se à mobilização dos recursos.

“Neste momento a equipa do IPC já está no terreno a fazer o trabalho”, disse o governante que se mostra apostado na reconstrução da emblemática Sé Catedral da Cidade Velha, edificada em 1556, mas cujas obras só foram concluídas em 1700 para 12 anos depois ficarem completamente destruídas, aquando do ataque e saque do corsário francês Jacques Cassard.

Refira-se que na altura da construção da Sé Catedral, também se construiu o Palácio Episcopal, actualmente sem vestígios aparentes.

A abertura do Roteiro Turístico da Cidade Velha, patrimonial e histórico, considerou Vicente, tem a ver com a parceria entre o Ministério da Cultura e o Ministério do Turismo, no âmbito de um programa mais alargado do relançamento da marca Cabo Verde.

Sublinhou que isto passa pela reabilitação patrimonial e todo o conteúdo histórico e patrimonial construído, a partir do marco histórico e da situação geográfica das situações ocorrências e históricas.

Disse que se trata de um chamamento simbólico e internacional para que o mundo olhe Cabo Verde como um destino seguro, “que já começa a mobilizar as vacinas num bom ritmo de vacinação”, tendo exortado a uma aposta nos conteúdos culturais, que vão além do sol e mar, na ilha de Santiago.

“O retorno da gestão do Roteiro para o Ministério da Cultura e para o Governo também é simbólico. É a primeira vez desde que Cidade Velha é classificada Património da Humanidade que é o Estado a gerir as políticas e a construir conteúdos culturais”, enfatizou o ministro.

Revelou que para além de funcionários da antiga empresa terem sido absorvidos nesta gestão, vão ser contratados mais trabalhadores para poder aumentar a qualidade dos serviços de modo que Cidade Velha seja um destino de referência no mapa de destinos turísticos em Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,8 jun 2021 8:50

Editado porAndre Amaral  em  8 jun 2021 15:58

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.