Projecto Aliança DHAA capacita jovens de Santo Antão, São Vicente e São Nicolau em produção audiovisual

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,4 ago 2022 14:39

Produção Audiovisual sobre a temática direito humano à alimentação adequada é tema de uma formação para jovens de Santo Antão, São Vicente e São Nicolau, numa iniciativa do projecto Aliança DHAA (Direito Humano à Alimentação Adequada).

A formação, que se inicia a 10 deste mês de Agosto, decorrerá em regime online e presencial e será orientada aos jovens e agentes comunitários “com sensibilidade audiovisual” destas ilhas, alvo do projecto “Aliança para o Direito Humano à Alimentação Adequada e Iniciativas de Empoderamento de Jovens e Mulheres Rurais”

“Trata-se de uma capacitação humana e técnica, de carácter essencialmente prático, dirigida aos jovens pertencentes às associações locais e aqueles com interesse em produção audiovisual e multimédia”, explica uma nota da Aliança DHAA, enviada à Inforpress.

Serão orientados exercícios práticos de produção e análise de conteúdos visuais e audiovisuais e os participantes terão a oportunidade de testar opções criativas como os cursos de curta duração ministrados à distância.

Esta actividade, segundo a mesma fonte, está inserida na componente formativa do projecto “Aliança para o Direito Humano à Alimentação Adequada e Iniciativas de Empoderamento de Jovens e Mulheres Rurais”, executado pela Associação dos Amigos da Natureza e o Centro de Estudos Rurais e Agricultura Internacional.

Tem o financiamento da delegação da União Europeia em Cabo Verde, através do Programa para Organizações da Sociedade Civil, tendo como parceiro o Ministério de Agricultura e Ambiente, através da participação do Secretariado Nacional para a Segurança Alimentar e Nutricional.

O Instituto Nacional de Previdência Social, a Inspecção-Geral do Trabalho, a Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar e as câmaras municipais de Santo Antão, São Vicente e São Nicolau são outros parceiros deste projecto.

A nota explica ainda que este projecto, implementado em Santo Antão, São Vicente e São Nicolau, tem tido “um papel fundamental na protecção e promoção dos direitos humanos universais” em Cabo Verde, através do reforço da sociedade civil cabo-verdiana, enquanto actor de promoção dos direitos humanos à alimentação adequada, ao trabalho e ao ambiente.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,4 ago 2022 14:39

Editado porAndre Amaral  em  5 ago 2022 9:00

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.