​ALAIM palco de uma “Inquieta Revolução”

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,15 set 2022 18:27

A Academia Livre das Artes Integradas do Mindelo (ALAIM) recebe este fim-de-semana o espectáculo “Inquieta revolução”, numa produção do Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo.

O espectáculo, para ver nos dias 17 e 18 de Outubro, é o resultado do Concurso Nacional de Dramaturgia, realizado em 2021, cujo vencedor foi Yannick Fortes.

A encenação está a cargo de João Branco que explica que em palco estará “um retrato da dualidade da vida e vivência das redes sociais”.

“O espectáculo fala um pouco dessa necessidade de reflectirmos sobre a questão de estarmos sempre à espera de alguma coisa, sendo que a espera acaba por ser um estado de inércia e não uma acção propriamente dita”, explica.

Três actores compõem o elenco que coloca a nu o dilema entre a realidade virtual e a vida real.

“Estamos sempre à espera que as coisas caiam do céu, que o governo apoie, que alguém tome uma atitude e o máximo que fazemos é alguma reacção nas redes sociais”, comenta.

“O texto faz uma reflexão muito importante sobre isso, colocando duas personagens mais velhas no topo da montanha, decididas a iniciar uma grande revolução. Fazem depender o início dessa revolução da chegada demais camaradas. O texto retrata tudo o que acontece durante essa longa espera”, acrescenta.

Noutra frente, João Branco afirma que o espectáculo é dedicado à geração de actores que “iniciou a aventura de fazer teatro nas ilhas no pós-independência”, entre eles Fonseca Soares e João da Graça, que fazem parte do elenco, juntamente com o próprio autor do texto, Yannick Fortes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,15 set 2022 18:27

Editado porAndre Amaral  em  16 set 2022 10:52

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.