COC apela a um reajuste do calendário competitivo nacional

PorExpresso das Ilhas, Lusa,2 mai 2020 9:12

​O Comité Olímpico Cabo-verdiano apela às federações nacionais a que reajustem o figurino e as datas do calendário competitivo nacional, face à pandemia da COVID-19.

A presidente do COC considera que se trata de uma iniciativa essencial para dar a volta à actual situação. Filomena Fortes alerta os atletas a evitarem saídas de casa, na expectativa de que futuramente possam ser retomadas as actividades desportivas/competitivas, mediante a realização de treinos e competições de forma regular.

A líder do COC falava à Rádio de Cabo Verde (RCV), tendo manifestado a sua preocupação pela forma como pessoalmente “vê este ano muito complicado a nível desportivo”.

Sobre os Jogos Olímpicos, em Tóquio, Filomena Fortes espera a sua realização na nova data, em 2021.

“Está todo o mundo nesta situação da COVID-19. Penso que impera e vai imperar o bom senso, porque se não há atletas não há transmissões televisivas, e sem atletas não há jogos olímpicos. Isto tudo está em cadeia”, enfatizou

Para a responsável olímpica, mais do que pensar em rombo financeiro, existe um sentimento unânime entre todos os comités olímpicos existentes de que o “estado de saúde dos atletas está em primeiro lugar”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,2 mai 2020 9:12

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  28 mai 2020 10:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.