“Akon Lighting Africa” estuda possibilidade de investimento em Cabo Verde

PorChissana Magalhaes,4 mar 2017 13:06

1

A acompanhar o seu sócio, o empresário Samba Bathily, PCA e fundador da empresa “Africa Development Solutions”, o músico senegalês Akon encontra-se este sábado em Cabo Verde para uma série de encontros com vista a perscrutar as oportunidades de investimento no país.

 

A convite da IHABA Ltd, empresa cabo-verdiana liderada por José Brito (ex-ministro dos Negócios Estrangeiros), dedicada à incubação de ideias e projectos em novas tecnologias, os dois investidores pretendem durante os encontros a realizar tomar conhecimento, in loco, do potencial de investimento que Cabo Verde tem a oferecer.

“Estou aqui para perceber a melhor forma de investir e onde, e a melhor forma de investir aqui. Investimentos na área do digital, das energias renováveis e turismo. Esses pontos se conjugam e têm um papel importante”, avançou o artista e rosto do projecto Akon Lighting Africa, um dos componentes da “Africa Development Solutions”.

“O nosso projecto tem como objectivo último permitir aos africanos reconstruirem África. Cabo Verde é, de vários pontos de vista, amigável ao mundo exterior. Para além de ser um sítio sem conflitos é lindo”, explicou o artista sobre o interesse de trazer o programa a Cabo Verde.

“Cabo Verde sempre foi especial para mim, sempre quis voltar depois daquela primeira vez em que cá estive para o concerto. Sempre considerei que do ponto de vista turístico Cabo Verde é um sítio maravilhoso para as pessoas virem conhecer, entender a cultura, o povo, terem a experiencia que eu próprio tive”, afirmou o artista.

Este programa, criado em 2014, está já presente em 480 comunidades de 15 países africanos onde sobretudo tem equipado as populações e localidades com tecnologia de energia solar, nomeadamente candeeiros de rua, pequenas redes locais de energia e também kits individuais de energia solar.

A geração de empregos e auto-emprego é outro aspecto destacado pelos promotores da iniciativa.

 “A falta de energia tem sido um grande problema em África. É uma das razões pela qual o continente não se tem desenvolvido como podia”, manifestou Akon que acredita no potencial das energias renováveis, nomeadamente a solar, para também empoderar a população, nomeadamente os jovens.

Entretanto, o leque de investimentos da dupla de empresários poderá incidir sobre outros sectores, tendo já tomado contacto com projectos como a Bonako e a 238CV.

Abertos a eventuais parcerias com o governo, o programa de actividades inclui também um encontro com o ministro da Economia, José Gonçalves.

Akon terá ainda, na tarde de hoje, um encontro com jovens artistas de música urbana da cidade da Praia e irá visitar a Cidade Velha.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhaes,4 mar 2017 13:06

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  6 mar 2017 9:15

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.