Electra lança plano para combater roubo e recuperar as dívidas

PorDulcina Mendes,6 set 2017 7:48

2

Com objectivo de reduzir as perdas, a Electra lançou esta terça-feira, na Cidade da Praia, o projecto “Combate a Perdas não Técnicas, à Fraude e ao Furto de Energia Eléctrica e Recuperação de Dívidas”.


Segundo o Presidente de Conselho de Administração da Electra, Alexandre Monteiro reduzir as perdas é fundamental para a sustentabilidade da empresa e do sector de energia, e para o desenvolvimento do país.

“Isso porque as perdas atingem um número elevado, sobretudo na Cidade da Praia. E a importância dessa actividade já ultrapassa 30 por cento. Também é uma forma de contribuir para reduzir o preço da tarifa de energia”.

Para Alexandre Monteiro, a empresa tem feito grandes investimentos para melhor o serviço, mas as perdas não técnicas e a acumulação de dívidas dos clientes constituem ainda motivo de grande preocupação, e são “causadoras de grande entrave ao desenvolvimento da empresa, do sector e da economia do país”.

No terreno já estão equipas técnicas devidamente credenciadas e identificadas que irão visitar os clientes nas suas residências, para vistoria das instalações eléctricas, verificação e substituição de contadores avariados, recolha de dados dos contadores, condições de segurança das instalações eléctricas, melhoria dos ramais e baixadas.

Neste sentido, o PCA da eléctrica nacional apela à colaboração e apoio dos clientes e da população em geral, para facilitar a actuação das equipas na realização dos trabalhos nas suas residências.

Além disso, vão ter lugar acções de sensibilização, como forma da empresa melhorar a sua comunicação com os clientes. “Isso faz parte de um programa integrado nomeadamente para dotar os instrumentos de gestão e tecnológicos que nos permitam melhorar a relação comercial com os clientes”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,6 set 2017 7:48

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  7 set 2017 8:29

2

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site