Cova Inglesa regista “ano muito bom”

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,9 ago 2018 7:01

​O ano de 2018 vai a meio mas já é considerado de “muito bom” na descarga de pescado no Complexo de Pesca da Cova de Inglesa (CPCI), com 3.600 toneladas de pescado descarregado.

Segundo o responsável do CPCI, José Paulo Lopes, os números referem-se até aos primeiros dias do corrente mês de Agosto, sendo que o mês de Julho foi aquele que “bateu todos os recordes”, com um total 1.369 toneladas de pescado descarregado.

“Só para se ter uma ideia da campanha, até hoje, a nossa câmara de armazenamento de frio, de 100 toneladas, encontra-se cheia e tivemos que recorrer a mais seis contentores de congelação”, reforçou a mesma fonte.

Esse período de “maior demanda”, segundo Lopes, já obrigou a CPCI a recrutar 25 trabalhadores eventuais, que ali devem permanecer até Outubro, e que se juntam aos 42 funcionários efectivos do complexo.

Assim, até os primeiros dias do mês de Agosto foram descarregadas no CPCI 2.454 toneladas de melva, 854 toneladas de cavala e 265 toneladas de gaiado.

Contudo, o mês de Julho foi “o mais rico”, com 1.301 toneladas de melva descarregadas e 67 toneladas de gaiado, não havendo dados da cavala por se tratar da época de defeso da espécie.

Por outro lado, o Complexo de Pesca da Cova de Inglesa produz e comercializa gelo para abastecer os navios de pesca e para a conservação de pescado, tendo registado a cifra de 2.142 toneladas de gelo vendido neste primeiro semestre, das quais 780 toneladas vendidos só no mês de Julho.

“Temos uma capacidade instalada de produção de 50 toneladas/dia de gelo, mas mesmo assim não tem sido suficiente para abastecer os navios e para conservar o pescado com destino à Frescomar”, aludiu o responsável do CPCI, para quem se torna, por isso, necessário dotar outras ilhas de unidades de produção de gelo para abastecer a frota pesqueira.

Actualmente opera com 42 trabalhadores “directos e estáveis” e aproximadamente 172 trabalhadores indirectos.

Actualmente, o Complexo de Pesca da Cova de Inglesa possui uma zona descarga de 67,2 metros e uma zona de abastecimento de gelo, combustível e água de 40,36 metros.

Em 2017, o CPCI registou um volume de descargas de pescado por barcos nacionais na ordem dos 2.244.132 quilogramas, dos quais 947.276 (melva), 35.143 (cavala) e 1.261.713 (atum).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,9 ago 2018 7:01

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.