Petróleo em mínimo de cinco meses por causa de novos confinamentos

PorExpresso das Ilhas,2 nov 2020 11:30

Petróleo está a negociar em mínimos de Maio, altura em que a Europa estava a sair do primeiro confinamento.

O petróleo caiu para um mínimo de cinco meses, na manhã desta segunda-feira, penalizado pelos novos desenvolvimentos em torno da pandemia, que levaram vários países a anunciar novos confinamentos para conter a propagação do novo coronavírus.

De acordo com o Guardian, o petróleo caiu 4% esta manhã para 36,41 dólares por barril, com os investidores a reagirem ao novo confinamento no Reino Unido.

Este é um mínimo de Maio, altura em que a Europa estava a sair do primeiro confinamento, de acordo com o mesmo jornal.

O novo confinamento em Inglaterra pode durar mais do que as quatro semanas previstas se as taxas de infecção do novo coronavírus não caírem suficientemente depressa, disse o ministro do Conselho de Ministros britânico, Michael Gove.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,2 nov 2020 11:30

Editado porAndre Amaral  em  3 nov 2020 7:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.