NASA: Imagens de satélite mostram bruma seca em Cabo Verde

PorExpresso das Ilhas,29 jan 2018 10:42

1

Bruma seca
Bruma seca(NASA)

Imagens da NASA mostram a bruma seca que afectou Cabo Verde nos passados dias 22 e 23.

Todos os anos, no Inverno, os ventos conhecidos por “harmattan” levantam-se no Sahara. Na sua trajectória, pelo oceano Atlântico, levam areia e poeiras do deserto criando o que em Cabo Verde se conhece por bruma seca.

Nos dias 22 e 23 de Janeiro, o Spectroradiômetro de Imagem de Resolução Moderada (Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer- MODIS) do satélite Terra da NASA captou esse banho de poeiras do Sahara a atravessa3 Cabo Verde.

As imagens e sua explicação foram publicadas no site “Earth Observatory” da NASA. A imagem mais limpa é de dia 22 e a mais “enovoada” de 23.

“Observe as sombras de vento, os sulcos e os ângulos - áreas com menor densidade de poeira - a sotavento. Os ventos que sopram do nordeste e do leste correm nos altos picos vulcânicos das ilhas, que bloqueiam a poeira e alteram o fluxo de ar”, refere o site.

Milhões de toneladas de poeira de África são espalhadas pelo vento, atravessando o Oceano Atlântico e chegando às Caraíbas e ao Golfo do México. De acordo com a NASA, essa poeria “fertiliza o Oceano com nutrientes que podem promover o crescimento do plancton, mas também podem transportar fungos e microrganismos causadores de doenças que prejudicam os recifes de corais.”

Imagem comparada: dia 22.01, à esquerda, e 23.01, à direita:

(NASA)
(NASA)

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,29 jan 2018 10:42

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  29 jan 2018 12:16

1

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.