Facebook vai banir discursos racistas e supremacistas brancos

PorExpresso das Ilhas,29 mar 2019 8:45

O ​Facebook anunciou que proibirá todas as formas de supremacia branca na sua rede social e reencaminhará autores para páginas de ajuda.

A gigante tecnológica assegura que “daqui para a frente, não será tolerado qualquer elogio ao nacionalismo ou segregação branca”.

A notícia chega depois do massacre na Nova Zelândia ter sido transmitido ao vivo na rede social de Zuckerberg.

Há meses que o Facebook, o Twitter ou o YouTube estão sob pressão para garantirem que conteúdos neonazis ou supremacistas não consigam ser publicados, ou se o forem, que sejam rapidamente detectados

Várias páginas ou canais têm sido apagados, mas até agora os organizadores têm encontrado forma de contornar as regras que têm sido criticadas por serem demasiado brandas com os racistas.

“Originalmente não aplicamos o mesmo raciocínio a expressões de nacionalismo e separatismo branco porque estávamos a pensar em conceitos mais abrangentes de nacionalismo e separatismo – coisas como orgulho Americano e separatismo Basco, que são parte importante da identidade das pessoas”, pode ler-se na publicação no blogue do Facebook. 

Além de banir qualquer “exaltação, apoio e representação de nacionalismo e separatismo branco”, o Facebook redireccionará para sites e grupos de apoio qualquer pessoa que pesquise por termos relacionados. 

Mais do que um acto isolado, esta proibição do Facebook poderá levar outras plataformas a aplicarem a mesma medida.

As novas regras entram em vigor já na próxima semana, anunciou a rede social em comunicado.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,29 mar 2019 8:45

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  29 mar 2019 8:45

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.