Ferrari cede direitos do ventilador a todo o mundo

PorExpresso das Ilhas,20 mai 2020 15:07

Cinco semanas após o início do projecto, a Ferrari apresentou o seu ventilador para a luta conta a COVID-19.

Com o intuito de ajudar na luta contra a pandemia da COVID-19, a Ferrari, como inúmeras outras marcas automóveis, resolveu colocar mãos à obra e, em conjunto com o Instituto Italiano de Tecnologia, criou, em cinco semanas, um ventilador acessível.

O FI5, nome dado ao equipamento e que tem por base a inicial da Ferrari e do Instituto e as semanas que passaram entre o início do projecto e apresentação final do produto, é um equipamento que tem por objectivo responder às necessidades típicas dos cuidados intensivos médios, sendo fiável, versátil, fácil de usar e montar e capaz de optimizar o consumo de oxigénio.

Fazendo uso de materiais facilmente disponíveis, para que tenha um custo de produção significativamente inferior aos ventiladores actualmente disponíveis, o FI5 tem tudo para ser produzido em larga escala.

Para tal, e ao contrário do que é habitual na marca de Maranelo, as especificações técnicas do FI5, os desenhos, o firmware, o software e a lista de componentes foram disponibilizados como projecto de fonte aberta. Ou seja, qualquer pessoa no mundo pode pegar nos planos e replicar o ventilador sem que por isso seja alvo de qualquer processo por violação de direitos comerciais.

Uma medida que visa claramente generalizar os meios necessários para a luta contra a COVID-19. Aliás, foram já várias as empresas italianas, mexicanas e norte-americanas a entrar em contacto com a Ferrari e o IIT a solicitarem que o ventilador passe agora para a fase de certificação e distribuição.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,20 mai 2020 15:07

Editado porSara Almeida  em  20 mai 2020 15:07

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.