Portugal cria máscara que inactiva o coronavírus

PorExpresso das Ilhas,27 jul 2020 9:39

Um grupo de empresários, cientistas e académicos portugueses juntaram-se num projecto para desenvolver a primeira máscara a nível mundial com capacidade de eliminar o novo coronavírus.

Ao longo de dois meses, foram realizados vários estudos que acabaram por confirmar que as máscaras são únicas no mundo. As mesmas já estavam no mercado desde Abril, mas só agora saíram os resultados dos testes. Foram confeccionadas durante o confinamento para tirar empregados do regime de layoff.

As máscaras em questão podem ser lavadas e têm um tempo de utilização de pelo menos um ano. Agora, estão a ser estudados outros têxteis com as mesmas características, como lençóis.

De acordo com o virologista Pedro Simas, esta máscara possui tratamento que tem a capacidade de eliminar quase a 100% o vírus. Segundo o virologista, esta rapidez é muito importante, porque quando uma pessoa entra em contacto com o vírus rapidamente pode ser infectada (daí ser importante eliminá-lo).

Além da barreira física, esta máscara tem uma barreira química. Mesmo ao fim de 50 lavagens, a máscara continua a dar garantias de protecção.

Susana Serrano, CEO do Adalberto, refere que a máscara tem uma camada exterior que funciona como uma camada repelente. Uma vez que os vírus e as bactérias se transmitem por gotículas de água, assim que caem na máscara existe um tratamento antiviral, uma solução antimicrobiana que tem a capacidade de “inactivar” o vírus.

Estas máscaras são certificadas com nível 2 de protecção. Por semana a empresa vende cerca de 20 mil máscaras. Esta é uma inovação à escala mundial com a marca de investigação portuguesa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,27 jul 2020 9:39

Editado porAndre Amaral  em  9 ago 2020 19:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.