Youtube vai criar concorrente ao Tik Tok

PorExpresso das Ilhas,16 set 2020 11:40

O TikTok deixou marcas no mundo da Internet e não foi só pela sua guerra aberta com os EUA. Aliás, essa contenda parece estar já a ser resolvida, após a Oracle ter avançado para uma oferta que se prevê vencedora.

Contudo, quem não quer ficar a ver passar a banda é o YouTube. Assim, numa resposta que se espera trazer forte concorrência, o maior agregador de vídeo do mundo apresenta o Shorts.

Shorts é uma aplicação que, tal como o TikTok, permite fazer upload de vídeos curtos, isto é 15 segundos e a partir do smartphone.

Esta app surgiu num “rumor” há alguns meses. Contudo, hoje passou a ser oficial. Assim, o YouTube acaba de anunciar Shorts, a sua própria alternativa ao TikTok semelhante ao Instagram Reels.

Esta é uma nova função que será incluída na app do YouTube, através da qual os utilizadores poderão enviar vídeos de 15 segundos ou menos directamente dos seus smartphones.

Conforme explicado pelo YouTube no seu blog oficial, Shorts começará a sua jornada em beta, na Índia, já nos próximos dias. Segundo eles, o objectivo é adicionar mais recursos e expandir para mais países nos próximos meses, embora não haja uma data exacta para o seu lançamento global.

O funcionamento dos Shorts será bastante simples e muito semelhante ao TikTok e Reels. Assim, o utilizador poderá gravar um clip de até quinze segundos composto de um ou mais takes aos quais poderá adicionar música. Aliás, este será mesmo um dos trunfos da app, porque a empresa refere que a recolha do som poderá ser feita “de uma grande biblioteca de canções que continuará a crescer”.

Os shorts oferecerão controlos de velocidade e um cronómetro para gravação com as mãos livres.

Os vídeos aparecerão na página inicial do YouTube (numa secção dedicada) e noutras partes da aplicação. Conforme iremos perceber, será nesse aspecto que o YouTube desenhou uma das suas grandes armas: a descoberta. O TikTok acumula cerca de 500 milhões de utilizadores, mas o YouTube garante que são 2 mil milhões de pessoas a aceder à sua plataforma todos os meses.

Na falta de maiores detalhes de como funcionará o sistema de distribuição desses pequenos clips, tudo parece indicar que, como se fosse o ecrã “Descobrir” do TikTok, os vídeos enviados pelos utilizadores aparecerão no ecrã do utilizador com base nos seus interesses. É algo que a empresa já faz na página inicial, onde mostra vídeos que nos possam interessar, bem como histórias ou pequenos vídeos de diversos canais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,16 set 2020 11:40

Editado porAndre Amaral  em  16 set 2020 11:40

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.