14 mil vezes mais brilhante. Cientistas observam extrema erupção da estrela mais próxima do Sol

PorExpresso das Ilhas,1 mai 2021 7:31

A estrela mais próxima do Sol, Proxima Centauri, lançou uma explosão recorde. Graças a uma rede de nove telescópios no solo e no Espaço, uma equipa de astrónomos foi capaz de capturar o evento.

Proxima Centauri tem cerca de um oitavo da massa do Sol e é classificada como uma anã vermelha. Apesar de as estrelas estarem sujeitas a chamas ocasionais, esta explosão, observada por cinco dos nove telescópios no dia 1º de Maio de 2019, foi uma das mais radicais já testemunhadas.

De acordo com o EuropaPress, a Proxima Centauri ejectou um clarão, ou seja, uma explosão de radiação que começa perto da superfície de uma estrela, considerada uma das mais violentas já vistas em qualquer lugar da galáxia.

“A estrela passou de normal para 14.000 vezes mais brilhante quando vista em comprimentos de onda ultravioleta no intervalo de alguns segundos”, disse Meredith MacGregor, professor assistente do Centro de Astrofísica e Astronomia Espacial (CASA) e do Departamento de Ciências Astrofísicas e Planetárias em Boulder, nos Estados Unidos.

As descobertas, que surgem num novo artigo científico publicado em Abril no The Astrophysical Journal Letters, apontam para uma nova física que pode mudar a maneira como os cientistas encaram as erupções estelares.

“Se houvesse vida no planeta mais próximo de Proxima Centauri, teria que ser muito diferente da Terra. Um ser humano neste planeta passaria por momentos difíceis“, disse a investigadora, em comunicado, citado pelo zap.aeiou.pt.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1013 de 28 de Abril de 2021. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,1 mai 2021 7:31

Editado porAndre Amaral  em  1 mai 2021 7:31

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.