Economia Digital: Cabo Verde aberto a parcerias e a ser actor de transformação das comunidades – secretário de Estado

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,20 abr 2022 14:45

O secretário de Estado da Economia Digital disse hoje que o Governo de Cabo Verde está sempre aberto a estabelecer parcerias, a aprender com outros países e a ser actor de transformação das comunidades a que pertence.

Pedro Lopes fez esta afirmação na cerimónia de abertura da XIV assembleia geral da Associação de Reguladores de Comunicações e Telecomunicações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (ARCTEL-CPLP) a decorrer na Praia hoje e quinta-feira e em que também serão eleitos os novos órgãos sociais da organização.

“Em Cabo Verde desenvolvemos a economia digital, criamos condições óptimas para o empreendedorismo com base tecnológica, estamos a definir um enquadramento legal para quem não possa ter acesso à Internet por questões financeiras possa ser facilitado”, disse, lembrando que a Internet hoje em dia é uma ferramenta de “escala social”.

As telecomunicações, segundo o governante, não é algo que deve ser restrito a uma elite, mas sim que chegue a todos, através do seu acesso, por democratizar conhecimentos e capital, por forma de trabalho e de aprendizagem.

Em declarações à imprensa, considerou importante a realização da assembleia presencial da ARCTEL-CPLP que acontece após dois anos de covid-19 e que vai debater as questões das telecomunicações.

“Isso surge num contexto em que o parlamento já autorizou a adesão de Cabo Verde à União Africana de Telecomunicações”, lembrou, sublinhando que Cabo Verde quer nestas matérias ser referência, daí a razão do debate destes temas acontecer no País.

Questionado sobre a rede 5G e o acesso mais acessível da Internet aos cabo-verdianos, Pedro Lopes avançou que no que toca à Internet o Governo está a definir um enquadramento legal para que os nacionais possam ter acesso.

No que se refere a rede 5G, assegurou que está sendo preparado, sendo que uma primeira fase será para o lançamento aos parques tecnológicos, aos hospitais e outros.

“Vamos ser dos primeiros países a ter 5G de qualidade em África”, anotou, sublinhando que Cabo Verde sempre soube liderar a área da tecnologia.

Quanto ao ‘roaming’ gratuito a nível da CPLP, o secretário de Estado da Economia Digital sustentou que tudo o que puder ser um acréscimo para os cidadãos, Cabo Verde apoia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,20 abr 2022 14:45

Editado porA Redacção  em  20 abr 2022 14:45

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.