Uma estrela aproximou-se de um buraco negro e foi dilacerada. Depois, algo inesperado aconteceu

PorExpresso das Ilhas,1 ago 2022 8:18

Muito do material da estrela não foi absorvido pelo buraco negro supermassivo, ao contrário do que seria de esperar.

O que acontece quando uma estrela divaga demasiado perto de um buraco negro supermassivo?

A história óbvia é que será sugada e nunca mais será vista. Algum do seu material fica superquente quando entra e emite uma quantidade enorme de radiação – geralmente raios X.

Essa não é uma explicação errada, só incompleta. Há mais nesta história, graças a uma equipa de astrónomos da Universidade da Califórnia que usaram um espectrógrafo especializado para estudarem um evento da perturbação de marés.

Foi aqui que uma estrela se encontrou com um buraco negro. O que encontraram, explica o Universe Today, citado pelo site zap.aeiou, foi surpreendente.

Quando uma estrela se aproxima de um buraco negro supermassivo, a força gravitacional rasga a estrela e estica algum dos seus materiais num processo chamado espaguetificação. Estudos recentes sobre eventos de perturbação de marés sugerem que acontecem outras coisas, como ventos intensos a soprar para fora e espalhar algum do material da estrela condenada para o Espaço.

“Uma das coisas mais malucas que um buraco negro supermassivo pode fazer é rasgar uma estrela com as suas forças de maré enormes. Estes eventos de perturbação de maré são uma das poucas formas que os astrónomos têm para saber da existência de buracos negros supermassivos no centro de galáxias e medir as suas propriedades”, explica Winbin Ly, professor de astronomia e co-autor.

É por isso que estudar quando uma estrela caminha para a sua destruição é tão importante. O grupo focou-se numa que se aproximou demasiado de um buraco negro num evento chamado “AT2019qiz”. O desastre aconteceu a 215 milhões de anos-luz da Terra numa galáxia na constelação Eridanus.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1078 de 27 de Julho de 2022. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,1 ago 2022 8:18

Editado porAndre Amaral  em  1 ago 2022 8:18

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.