Córneas experimentais de colagénio de porco devolvem a visão a 20 pessoas

PorExpresso das Ilhas,16 ago 2022 9:26

Uma equipa de cientistas desenvolveu um implante de proteína de colagénio de pele de porco e os resultados foram espantosos. As 20 pessoas sujeitas a esta experiência voltaram a recuperar a visão.

Uma equipa científica desenvolveu um implante de proteína de colagénio de pele de porco que se assemelha à córnea humana e, num estudo piloto, a técnica foi capaz de restaurar a visão a 20 pessoas com córneas doentes, a maioria das quais eram cegas antes de receberem o implante.

O trabalho, realizado conjuntamente por investigadores da Universidade de Linköping (LiU) e da LinkoCare Life Sciences AB, ambas na Suécia, foi publicado na revista científica Nature Biotechnology. Segundo os autores, estes são "resultados promissores que trazem esperança àqueles que sofrem de cegueira da córnea e visão reduzida".

O objectivo, dizem, é fornecer um implante bioengenharia como alternativa ao transplante de córneas humanas doadas, que estão em escassez nos países onde são mais necessárias.

“Os resultados demonstram que é possível desenvolver um biomaterial que cumpre todos os critérios para utilização como implante humano, que pode ser produzido e armazenado em massa até dois anos e assim atingir mais pessoas com deficiência visual”, explicou, de forma sucinta, Neil Lagali, cientista da LiU numa declaração.

Estima-se que 12,7 milhões de pessoas em todo o mundo são cegas porque as suas córneas, a camada transparente mais externa do olho, estão danificadas ou doentes, pelo que a sua única forma de recuperar a visão é receber um transplante de córnea de um dador humano.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,16 ago 2022 9:26

Editado porAndre Amaral  em  16 ago 2022 9:26

pub.

pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.