Splashdown! A nave Orion regressou à Terra (com a mala cheia de recordes)

PorExpresso das Ilhas,18 dez 2022 13:51

A nave espacial Orion da NASA amarou no Oceano Pacífico, a Oeste de Baja, Califórnia, após uma missão cheia de recordes, viajando mais de 2,2 milhões de quilómetros num percurso à volta da Lua e regressando em segurança à Terra, completando assim o teste de voo Artemis I.

A amaragem foi o marco final da missão Artemis I, que começou com uma descolagem bem-sucedida do foguetão SLS (Space Launch System) da NASA, a 16 de Novembro, a partir da plataforma de lançamento 39B no Centro Espacial Kennedy da NASA no estado norte-americano da Flórida.

Ao longo de 25,5 dias, a NASA testou a Orion no ambiente inóspito do espaço profundo antes de transportar astronautas durante a missão Artemis II.

“A amaragem da nave espacial Orion – que ocorreu exactamente 50 anos depois do pouso da Apollo 17 na Lua – é o maior feito da Artemis I. Desde o lançamento do foguetão mais poderoso do mundo até à excepcional viagem à volta da Lua e o regresso à Terra, este teste de voo é um grande passo em frente na exploração lunar da Geração Artemis”, disse Bill Nelson, Administrador da NASA, citado pelo site zap.aeiou.pt.

Através das missões Artemis, a NASA vai levar à Lua a primeira mulher e a primeira pessoa de cor, preparando o caminho para uma presença lunar a longo prazo e servindo de pedra angular para uma viagem humana a Marte.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1098 de 14 de Dezembro de 2022. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,18 dez 2022 13:51

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  6 fev 2023 23:30

pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.