Izertis pretende criar 20 a 30 postos de trabalho na área de software

PorExpresso das Ilhas,18 nov 2021 12:25

1

A Izertis Portugal quer criar uma extensão da empresa em Cabo Verde, prevendo abrir entre 20 a 30 postos de trabalho para jovens formados nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Este objectivo foi anunciado ontem, 17, pelo seu Director Executivo, Ivon Ramalho, durante a cerimónia da entrega de uma sala de informática ao município de Santa Cruz.

Ivon Ramalho explica que os jovens que forem recrutados e incluídos no grupo da empresa Izertis, fixada no pólo tecnológico que está em fase de conclusão, “terão a oportunidade de trabalhar em projectos de desenvolvimento de software, da aplicação das tecnologias, para projectos em 47 países”.

“Cabo Verde é uma escolha estratégica para nós, divido à sua forte aposta na capacitação e transformação digital e na modernização de competências”, sublinhou.

O CEO da Izertis Portugal adiantou esta informação na cerimónia de entrega de uma sala de informática, oferecida pela empresa, aos alunos do ensino básico, da escola do agrupamento 2, na localidade da Achada Fazenda, concelho de Santa Cruz.

O acto da entrega contou com a presença do Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que considerou o gesto da Izetis como sendo muito importante, uma vez que permitirá aos alunos terem acesso às novas tecnologias, internet, bem como a outros instrumentos de trabalho.

O governante acrescentou que quanto maior for o processo de democratização do acesso à internet, mais condições estão sendo dadas as crianças e jovens para se formar num mundo digital.

Ulisses Correia e Silva considera o acto como simbólico, acrescentando valores no sentido de beneficiar crianças, adolescentes e jovens.

O Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Silva, por seu turno, e durante o discurso, disse que na era digital nada é melhor do que ter uma sala totalmente equipada com as novas tecnologias.

“Esta é a segunda sala informática e ser inaugurada no município”, disse, adiantando que em breve, “talvez em outra parte do concelho”, será feita a entrega de uma terceira sala.

Como gesto de gratidão o edil santa-cruzense pretende atribuir o nome da empresa Izertis a uma das ruas do Município.

O autarca defende que a disponibilização do equipamento informático à escola básica em Achada Fazenda vai permitir superar muitas lacunas e aumentar a capacidade de acesso às novas tecnologias, enriquecendo o conhecimento e garantindo os melhores resultados nos finais dos anos lectivos.

Para Ivon Ramalho, Director Executivo da Izertis, é muito importante que as crianças em idade escolar, desde muito cedo, tenham acesso à tecnologia e a tudo que nela é permitido em termos formativos.

" style="float: left; margin: 0px 10px 10px 0px;

Por sua vez o Delegado de Educação de Santa Cruz, Paulino Oliveira, disse que a sala está devidamente equipada, com os donativos da empresa Izertis, mostrando desta forma o engajamento e o compromisso da empresa com a educação e formação dos alunos, principalmente numa altura em que é necessário superar os “tempos perdidos” durante a pandemia.

Paulino Oliveira agradeceu à empresa pelo nobre gesto e garantiu que a escola toda trabalhará para preservar e fazer bom uso do equipamento informático disponibilizado.

A cerimónia da inauguração da sala de informática em Achada Fazenda contou com a presença do Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva; do Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Silva; do Director Executivo da Izertis, Ivon Ramalho; da Embaixadora de Espanha em Cabo Verde, Maria Dolores Peset; do Delegado de Educação de Santa Cruz, Paulino Oliveira e da comunidade educativa da Zona Sul do Concelho de Santa Cruz.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,18 nov 2021 12:25

Editado porAndre Amaral  em  19 nov 2021 10:36

1

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.