11ª Edição do Maio Doc com filmes premiados nos festivais

PorDulcina Mendes,9 mai 2018 14:13

Mindelo acolhe de 14 a 20 deste mês, a 11ª edição do Maio Doc Ciclo de Cinema Documental, que terá a curadoria artística do realizador português Rui Simões.

Segundo uma nota de imprensa, durante o evento será exibido um conjunto de filmes premiados em vários festivais, todos eles actuais e em estreia absoluta em Cabo Verde.

Nesta edição, o destaque vai para o trabalho do realizador chileno Patricio Guzmán, que abre o ciclo de 2018, com o filme “O Botão de Nácar” e encera com “Nostalgia da Luz”, no dia 20.

No filme “O Botão de Nácar”, o cineasta abre o horizonte para o mundo, mostra as águas do Chile, onde foram lançados milhares de pessoas durante a ditadura. Faz uma triangulação entre a geografia, que é a condição solar do país, o passado colonial, com a morte e estupro de índios, e a ditadura de Pinochet.

São no total sete filmes que serão exibidos durante esta edição do Maio Doc, sendo que quatro são de cineastas portugueses, dois chilenos e um brasileiro.

No dia 15, será exibido o filme “I Don’t Belong Here” de Paulo Abreu (Portugal), no dia 16, será a vez de “Rosa Ermera” de Luís Filipe Borges (Portugal).

O filme “Spell Reel” de Filipa César (Portugal/Guiné-Bissau) será mostrado no dia 17, “Martirio” de Vicent Carelli (Brasil), no dia 18 e no dia 19, será a vez de “A Casa” de Rui Simões (Portugal).

Todas as sessões acontecem no Centro Cultural Português Pólo do Mindelo com início às 19 horas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,9 mai 2018 14:13

Editado porAndre Amaral  em  9 mai 2018 14:13

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.