SARS-Cov-2 está a infectar três vezes mais pessoas não vacinadas

PorExpresso das Ilhas,29 set 2021 9:33

Um levantamento britânico aponta que três vezes mais pessoas não vacinadas estão a contrair COVID-19, a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, comparativamente a quem já tomou as duas doses do imunizante.

Números oficiais de um levantamento realizado pelo Office for National Statistics (ONS) citado pelo jornal The Sun indicam que alguém que tenha tomado a segunda dose da vacina da Pfizer em Maio apresenta uma probabilidade 66% menor de testar positivo para a COVID-19 do que uma pessoa que não esteja inoculada.

Especialistas dizem que estes valores provam que as vacinas estão activamente a impedir a transmissão do novo coronavírus, tendo-se assistido a uma redução dos casos pela metade após a toma de uma única dose.

O ONS também relatou que a taxa de infecções era 55% menor em pessoas que já tinham sofrido de COVID. No entanto, a incidência era 59% maior em pessoas que não usam máscaras.

Este levantamento chega num momento em que o Reino Unido confirma aproximadamente no espaço de uma semana um aumento em 5% de casos de COVID-19, sendo que os números terão subido apenas desde meados de Setembro.

O relatório do ONS baseou-se em testes enviados para 167.288 pessoas entre 29 de Agosto e 11 de Setembro.

O professor Kevin Mcconway, especialista em estatísticas da Open University, disse em declarações ao jornal The Sun que "as principais conclusões são que as pessoas vacinadas estão menos predispostas a testar positivo".

"Os mais jovens, as pessoas que nunca usaram máscara dentro de casa, e as pessoas com mais contactos sociais estavam todas mais propensas a testar positivo".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,29 set 2021 9:33

Editado porSara Almeida  em  27 out 2021 6:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.