Renault e Mercedes produzem motor para o Megane

PorExpresso das Ilhas,7 fev 2019 10:04

Novo motor promete mais potência mas menores consumos e vem substituir o antigo 1.2 TCe.

Chega agora ao Renault Mégane o motor a gasolina que a marca do losango estreou nos nos atuais Scénic e Grand Scénic, mecânica com 1,3 litros, em substituição do conhecido 1.2 TCe, desenvolvida em colaboração entre a Aliança (Renault, Nissan e Mitsubishi) e a Daimler, e que estará disponível em três patamares de potência: Energy TCe 115, associado a uma caixa manual; Energy TCe 140 e Energy TCe 160, com transmissão automática EDC

Os ganhos relativamente ao motor que agora sai de cena prendem-se, essencialmente, com o superior valor de binário do novo motor, que anuncia também consumos e emissões ainda mais contidos.

Entre as inovações, estão tecnologias como o Bore Spray Coating de revestimento de cilindros, já usada no motor do Nissan GT-R, e que visa a redução de atrito e a otimização da transferência de calor. Ou a tecnologia Dual Variable Timing Camshaft, para regular as válvulas de admissão e de escape de acordo com a carga do motor, contribui para maior disponibilidade desde mais baixos regimes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,7 fev 2019 10:04

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  7 fev 2019 10:04

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.