Agências da ONU aumentam acções para aliviar fome em Grande Kassai

PorONU News,20 dez 2017 16:32

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, está a unir forças com o Programa Mundial de Alimentos, PMA, para aliviar efeitos do conflito em Grande Kassai.

As duas agências falam sobre o "grande sofrimento humano" na região da República Democrática do Congo e informam que irão utilizar uma doação de US$ 10 milhões do governo da Bélgica para ampliar o acesso à comida a mais de 100 mil pessoas.

O benefício deve atingir 18 mil famílias, a incluir deslocados e aqueles que retornam para Kassai. O representante da FAO, Alexis Bonte, explica que a ajuda financeira será importante para prevenir que adultos e crianças morram de fome e desnutrição.

Por sua vez, o representante do PMA na RD Congo, Claude Jibidar, explicou que as acções ajudarão também a reavivar a produção agrícola. A agência distribuirá refeições de milho, legumes, óleo vegetal fortificado e sal, além de uma ajuda em dinheiro para as famílias.

A FAO fornecerá kits para o plantio de vegetais e de frutas, suficientes para dois meses de refeições ou para que as famílias vendam o excedente. Crianças entre seis meses e cinco anos, grávidas e mulheres que estão a amamentar receberão suplementos nutricionais por três meses.

Haverá também treinamento na criação de porquinhos-da-índia, que serão usados como fonte de proteína, e treinamento no manejo de bambu, para ser utilizado no fabrico de utensílios de cozinha, cesto, canoas e equipamentos de pesca.

O conflito em Kassai, antiga região produtora de milho, forçou 1 milhão de pessoas a abandonar suas casas, além de 3,2 milhões que agora passam fome.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:ONU News,20 dez 2017 16:32

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 dez 2017 17:34

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.