​Mau tempo faz três mortos e vários feridos na Holanda e na Bélgica

PorExpresso das Ilhas, Lusa,18 jan 2018 14:57

Pelo menos três pessoas morreram hoje na Holanda e na Bélgica na sequência de uma forte tempestade que afecta vários países do norte da Europa, intempérie que obrigou ao corte de estradas e ao encerramento de aeroportos.

Na Holanda, uma das duas vítimas mortais é um condutor de um camião, de 62 anos, que perdeu a vida quando tentava retirar da estrada um ramo de uma árvore e foi atingido por outro ramo.

O acidente ocorreu na localidade de Wesenberg, no norte da Holanda, indicou a polícia local na sua conta na rede social Twitter.

A segunda vítima mortal é também um homem de 62 anos que estava dentro de um carro quando este foi atingido por uma árvore. O incidente foi registado no leste da Holanda, na região de Enschede.

As autoridades policiais holandesas relataram também um acidente com um autocarro escolar que resultou em seis feridos, um deles em estado grave, o condutor do veículo. Os restantes feridos, com vários graus de gravidades, são todas crianças.

Segundo informou a polícia, o acidente com o autocarro escolar aconteceu na região de Brabante, no sul da Holanda, quando o motorista perdeu o controlo do veículo e chocou contra uma árvore devido às más condições meteorológicas.

A Holanda está a ser afectada por uma forte tempestade que está a atingir vários países do norte da Europa, provocando o caos nos transportes, impedindo voos e dificultando a circulação de comboios e automóveis.

Com o registo de ventos até aos 143 quilómetros por hora, as autoridades holandesas activaram o código vermelho, o alerta mais elevado.

O mau tempo obrigou ao encerramento temporário do espaço aéreo dos aeroportos de Amesterdão e de Roterdão, provocando o cancelamento de centenas de voos.

Os dois aeroportos internacionais anunciaram que o espaço aéreo deverá ser reaberto gradualmente ao longo da tarde, altura em que se espera um desagravamento das condições meteorológicas.

O mau tempo também deixou comboios parados e barcos ancorados, bem como obrigou ao corte de várias estradas.

A imprensa holandesa noticiou que esta é a tempestade mais forte desde 1990.

Outros países estão a ser afectados por esta intempérie, como é o caso da Bélgica, onde a tempestade também matou uma automobilista.

A mulher morreu quando uma árvore caiu em cima do veículo que conduzia nos subúrbios a sul da capital belga, Bruxelas, segundo os 'media' belgas.

Ainda na Bélgica, a intempérie obrigou ao encerramento do porto de Ghent e a circulação de eléctricos foi interrompida em várias partes de Bruxelas, onde vários parques públicos foram encerrados.

Alemanha, Reino Unido e Roménia são outros dos países afectados pelo mau tempo, com relatos de escolas encerradas, portos fechados, interrupção de transportes, queda de árvores e falhas de electricidade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,18 jan 2018 14:57

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  18 jan 2018 14:57

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.