Deputados jordanos pedem a rei Abdullah II que afaste primeiro-ministro

PorExpresso das Ilhas, Lusa,4 jun 2018 10:29

Pelo menos 57 dos 130 deputados da câmara baixa do parlamento jordano assinaram um documento a pedir ao rei Abdullah II que afaste o primeiro-ministro, Hani al Mulki, após dias de protestos contra uma polémica reforma tributária promovida pelo governo.

Fontes parlamentares disseram à agência espanhola Efe que os deputados argumentaram que as políticas do primeiro-ministro, Hani al Mulki, "levaram o país a um estado explosivo", referindo-se às manifestações que se repetem desde há quatro dias e após a greve geral da última quarta-feira, 30 de maio.

"Esse governo não tem mais a nossa confiança", disseram os deputados na carta, assinada pela Aliança Nacional pela Reforma, um grupo parlamentar liderado pela Frente Islâmica de Ação Islâmica (FAI), que é a ala política da Irmandade Muçulmana Jordana.

Ao mesmo tempo, algumas informações sugerem que o rei Abdullah II convocou Al Mulki e que lhe poderia pedir que renunciasse, depois de quatro noites de protestos nas ruas do país e da convocação de uma nova greve para a próxima quarta-feira.

Entretanto, os presidentes das duas Câmaras do Parlamento recomendaram que Abdullah II convocasse uma sessão plenária extraordinária para discutir a crise, uma vez que o período legislativo é interrompido pelo mês sagrado muçulmano do Ramadão.

O parlamento está encarregado de finalizar a lei para a reforma tributária, aprovada pelo Governo no âmbito das medidas ditadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para reduzir o défice na Jordânia.

A nova lei visa melhorar a administração tributária e aumentar o número de contribuintes em 6%, além de estabelecer novas taxas para empresas de diferentes sectores.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,4 jun 2018 10:29

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  4 jun 2018 10:35

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.