Tufão Mangkhut faz dezenas de mortes nas Filipinas e dirige-se ao sul da China

PorExpresso das Ilhas,16 set 2018 11:20

A tempestade revelou o lixo
A tempestade revelou o lixo(Noel Celis/AFP)

A orla marítima da China já está a sentir os efeitos do tufão, com telhados a serem arrancados e a costa inundada pelo mar. Hong Kong está em alerta máximo

O tufão Mangkhut matou dezenas de pessoas nas Filipinas, destruindo casas e plantações e causando grandes inundações, estando agora a chegar à costa sul da China.

O conselheiro do presidente filipino, Francis Tolentino, disse á imprensa que a maior parte das mortes foi registrada na região montanhosa de Cordillera, no norte de Luzon, onde fortes chuvas causaram deslizamentos de terra que deixaram 24 mortos e outros 13 desaparecidos. Quatro outras pessoas - incluindo duas crianças - foram enterradas em um deslizamento de terra em Nueva Ecija, outra em Kalinga, e uma pessoa foi morta por uma árvore em queda em Ilocos Sur, avanaça o The Guardian.

A tempestade, que foi a mais forte que a região já viu este ano, não foi tão feroz quanto temida, embora devido às áreas remotas onde o tufão atingiu, o total número de mortos e a extensão da destruição ainda são desconhecidos.

Na manhã deste domingo, a cidade estava movimentada em direcção à costa sul da China, fortemente povoada, com ventos de 177 km / h. Em Hong Kong, onde a enorme tempestade se estendia a apenas 100 km ao sul da cidade, mais de 100 pessoas ficaram feridas. Autoridades já haviam levantado o alerta de tempestade para um T10, seu nível mais alto. As empresas foram fechadas e a maioria dos voos cancelados.

Os residentes foram aconselhados a ficar dentro de casa e longe de janelas ou portas, e alguns foram evacuados de áreas baixas. Ventos fortes quebraram janelas, arrancaram partes de prédios e telhados, enquanto as chuvas inundaram hotéis e restaurantes.

Nas Filipinas, o presidente Rodrigo Duterte viajou este domingo para Cagayan com altos funcionários do governo. Ele disse: “Eu compartilho a dor daqueles que perderam seus entes queridos. A isto chamamos de imprevistos. No que se refere aos seguros, isso é chamado um acto de Deus. Eu não sei como isso pode ser um acto de Deus, mas esse é o termo usado pelos seguros ”, disse Duterte em um briefing televisionado. Duterte declarou ainda que iria voar para a região da Cordilheira na segunda-feira.

Tolentino , por seu lado, informou que a operação de busca e salvamento havia terminado e que o foco passaria para a "reabilitação" e a restauração do fornecimento de energia e água.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,16 set 2018 11:20

Editado porChissana Magalhães  em  17 set 2018 8:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.