200 mil jovens católicos reunidos no Panamá

PorExpresso das Ilhas, Lusa,22 jan 2019 7:50

​As Jornadas Mundiais da Juventude arrancam hoje, no Panamá, e decorrem até dia 27, data em que o papa deverá divulgar se as jornadas de 2022 acontecerão num país de língua portuguesa, no caso, Portugal, candidato à organização.

A organização da XXXIV Jornada Mundial da Juventude espera 200 mil jovens provenientes de 155 países.

O papa desafia os jovens que participam nestas jornadas a superar todo o tipo de diferença cultural, económica ou social.

As Jornadas Mundiais da Juventude são um primeiro momento de encontro global dos jovens após o sínodo dos bispos que lhes foi dedicado, em Outubro de 2018, e no qual foi reforçada a necessidade de continuar a caminhar com os jovens.

Celebradas todos os anos ao nível diocesano e com um intervalo periódico de dois ou três anos, em diferentes partes do mundo, as jornadas foram criadas pelo papa João Paulo II em 1985.

As anteriores edições da JMJ realizaram-se em Colónia, na Alemanha, em 2005, Sidney, na Austrália, em 2008, em Madrid, em 2011, com o papa Bento XVI, no Rio de Janeiro, em 2013, e em Cracóvia, na Polónia, em 2016, com o actual pontífice.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,22 jan 2019 7:50

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  13 out 2019 23:22

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.