Papa pede solução “justa e pacífica” para situação venezuelana

PorExpresso das Ilhas, Lusa,28 jan 2019 7:42

​O papa Francisco pediu hoje uma solução “justa e pacífica” para ultrapassar a crise política na Venezuela, que respeite os direitos humanos, e desejou o bem de todos os habitantes do país.

O pedido do papa foi proferido durante a oração do Angelus, na missa de encerramento das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), no Panamá.

“Tenho pensado muito no povo venezuelano, ao qual me sinto particularmente unido nestes dias e, perante a situação grave que o país atravessa, peço ao Senhor que se procure uma solução justa e pacífica para ultrapassar a crise, que se respeite os direitos humanos e desejo o bem de todos os habitantes do país”, disse o papa, citado pela agência espanhola Efe.

O pontífice apelou ainda aos crentes para que rezem pela “ajuda de nossa senhora de Coromoto, patrona da Venezuela”.

Até agora, o Vaticano apenas tinha divulgado um comunicado breve sobre a Venezuela, no qual indicava que o papa acompanhava “de perto” a situação e rezava pelas vítimas e por todos os venezuelanos, assinalando que a Santa Sé apoia “todos os esforços que permitam evitar mais sofrimentos à população”. 

A Venezuela enfrenta uma crise política que já levou a vários países europeus, incluindo Portugal, a lançarem um ultimato ao Presidente Nicolás Maduro para convocar eleições no prazo de uma semana.

Caso Maduro não o faça, Portugal, Espanha, Alemanha, França e Reino Unido vão reconhecer Juan Guaidó, presidente do parlamento venezuelano, como chefe de Estado interino, com poder para conduzir o processo eleitoral.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,28 jan 2019 7:42

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  18 out 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.