EUA colocam Guarda Revolucionária Iraniana na lista de organizações terroristas

PorExpresso das Ilhas, Lusa,8 abr 2019 16:12

Os EUA colocaram a Guarda Revolucionária Iraniana na lista de organização terroristas estrangeiras, numa decisão inédita, anunciou hoje o Presidente Donald Trump.

Pela primeira vez, “uma organização governamental de um país fará parte da lista oficial de entidades terroristas dos EUA”, anunciou hoje Donald Trump, em comunicado, referindo-se à inclusão da Guarda Revolucionária Iraniana, uma divisão especial das Forças Armadas do Irão, criada após a revolução iraniana de 1979.

Com esta decisão, os EUA reconhecem que “o Irão não é apenas um Estado patrocinador do terrorismo, mas (…) participa, financia e promove o terrorismo”.

A designação de “organização terrorista” implica a aplicação de sanções, acrescentando a medidas punitivas que os EUA já tinham aplicado ao Irão, como o congelamento de activos bancários e a proibição de empresas fazerem negócio com organizações iranianas.

Hoje mesmo, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, pediu a todas "as empresas e bancos do mundo" para cortarem ligações financeiras com a Guarda Revolucionária Iraniana.

Em final de 2018, os EUA já tinham incluído restrições na venda de petróleo, no pacote de sanções ao Irão.

Antecipando a decisão de incluir a Guarda Revolucionária Iraniana na lista de grupos terroristas, a própria força militar e o Parlamento iranianos avisaram, no domingo, os EUA de que adoptariam represálias.

“Se os norte-americanos fizerem uma jogada tão estúpida e puserem em perigo a nossa segurança nacional, aplicaremos medidas recíprocas”, sublinhou o comandante dos Guarda Revolucionária do Irão, Mohamad Ali Yafari.

O general garantiu que, se os Estados Unidos declarassem os Guardiães da Revolução como grupo terrorista, o Exército e as forças de segurança norte-americanas não teriam paz no Médio Oriente, segundo a televisão estatal iraniana.

Por seu lado, o Parlamento iraniano anunciara horas antes que tinha elaborado um projecto de lei para colocar o Exército norte-americano na lista de grupos terroristas, como “medida de reciprocidade”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,8 abr 2019 16:12

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 out 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.