Pompeo ameaça aliados europeus de restrições se não vetarem a Huawei

PorExpresso das Ilhas, Lusa,31 mai 2019 15:08

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, alertou hoje os aliados europeus de que mudará o seu comportamento em relação às informações que partilha com eles se não tomarem medidas contra a empresa chinesa Huawei.

Os EUA dizem-se preocupados com a capacidade de espionagem a partir de equipamentos electrónicos e de 'software' de rede 5G que a empresa de telecomunicações chinesa Huawei está a disseminar em vários países europeus e já antes tinham avisado que deixariam de partilhar dados militares com os países que usem esse material.

Hoje, numa conferência de Imprensa em Berlim, ao lado do ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Heiko Maas, Pompeo voltou a falar do relacionamento com a China e das divergências comerciais que os separam, deixando avisos aos parceiros europeus.

"Temos de mudar o nosso comportamento, porque não podemos permitir que informações de cidadãos privados dos EUA ou dados de segurança nacional cruzem redes que não consideramos confiáveis", explicou o chefe da diplomacia norte-americana.

No início do ano, Pompeo já tinha dito ao governo alemão e ao governo do Reino Unido que as Forças Armadas dos EUA deixariam de partilhar informações militares, enquanto a Huawei tivesse uma presença nas redes de telecomunicações desses dois países europeus.

Os EUA e a China atravessam uma crise diplomática centrada numa guerra comercial que dura há dois anos e que tem levado a uma escalada de sanções e de aumentos de taxas tarifárias.

Recentemente, o governo norte-americano impediu empresas norte-americanas de ceder tecnologia à empresa Huawei.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,31 mai 2019 15:08

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  12 dez 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.