Criança encontrada no lixo é filha de cabo-verdiana sem-abrigo

PorExpresso das Ilhas, Lusa,8 nov 2019 15:52

Recém-nascido foi encontrada num caixote do lixo em Lisboa, na terça-feira, será filho de uma mulher cabo-verdiana de 22 anos. Criança está internada no Hospital D. Estefânia e encontra-se fora de perigo.

Segundo um comunicado, a embaixada de Cabo Verde em Portugal “está a fazer diligências no sentido de recolher mais e melhores informações sobre o caso e prestar todo o apoio que se mostrar necessário” e refere que nestas “situações mostra-se sempre mais avisado compreender para ponderar as acções adequadas, do que condenar à partida, no pressuposto de crueldade intencional”.

Na quarta-feira, um bebé recém-nascido foi encontrado por um homem, num caixote do lixo, junto à discoteca Lux, na Avenida Infanta D. Henrique, em Santa Apolónia, Lisboa.

Agora, segundo a PJ portuguesa a mãe da criança, uma mulher de 22 anos, que vive na rua, foi detida “por fortes indícios da prática de homicídio qualificado, na forma tentada, vitimando uma criança do sexo masculino, recém-nascido, e seu filho”.

A jovem, que foi detida na rua, em Lisboa, não tem antecedentes criminais, nem policiais. Esta foi a sua primeira gravidez. Segundo as autoridades, a mulher não terá dito a ninguém que estava grávida, nem terá ido a nenhum hospital após o parto — que foi feito na via pública, nas imediações do local onde foi encontrada a criança, indica também a PJ.

O responsável acrescentou que no momento da detenção a mulher estava consciente, sem perturbações mentais, não apresentando sinais de consumo de drogas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,8 nov 2019 15:52

Editado porSara Almeida  em  18 nov 2019 8:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.